3,1 mil fazem prova para 73 vagas na Defensoria Pública de São Paulo

Cargo é de agente, que exige nível superior

A Fundação Carlos Chagas aplica neste domingo (31) as provas objetivas e de redação para 73 vagas de agente na Defensoria Pública do Estado de São Paulo. O cargo exige nível superior completo em diversas áreas. As vagas são para atuação na capital, região metropolitana e interior. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais e o salário inicial de R$ 3.420,00

A primeira prova, na parte da manhã, será composta de 40 questões de conhecimentos gerais (língua portuguesa, noções de informática, conhecimentos jurídicos e institucionais e atualidades) e 30 de conhecimentos específicos. Já a segunda, realizada no período da tarde, será uma redação. As provas serão realizadas na cidade de São Paulo -  

As áreas de agente são as seguintes: administrador de banco de dados, analista de sistemas, administrador, arquiteto, assistente social, cientista social (sociólogo), contador, desenhista industrial, engenheiro civil, engenheiro elétrico (eletricista), comunicação social, programador e psicólogo.

Fonte: g1, www.g1.com.br