Mais de 4 mil concorrem a 18 vagas de diplomata no Instituto Rio Branco

Candidato deve ter nível superior; salário é de R$ 14,2 mil

O concurso do Instituto Rio Branco, ligado ao Ministério das Relações Exteriores, para 18 vagas de diplomata recebeu o total de 4.151 inscrições - média de 230,61 candidatos por vaga.

A prova objetiva será aplicada no dia 6 de abril, em duas etapas: a primeira, às 10h, com duração de 2h30; e a segunda às 15h, com duração de 3h30. Os candidatos podem consultar os locais de prova no endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/irbr_14_diplomacia a partir desta terça-feira (1º).

O último concurso, em 2013, ofereceu 30 vagas e recebeu 6.490 inscrições, com 216,33 candidatos por vaga.

A prova objetiva terá 73 questões de certo e errado das disciplinas de língua portuguesa, história do Brasil, história mundial, geografia, política internacional, língua inglesa, noções de economia, noções de direito e direito internacional público.

O concurso terá as seguintes etapas: prova objetiva, prova escrita de língua portuguesa, provas escritas de história do Brasil, geografia e política internacional, língua inglesa, noções de economia, noções de direito e direito internacional público, e prova objetiva de língua espanhola e língua francesa.

O salário é de R$ 14.290,72. Do total de vagas, 1 é reservada para pessoas com deficiência. Os candidatos devem ter nível superior em qualquer área de formação com diploma emitido por uma instituição de ensino credenciada pelo Ministério da Educação.

Os convocados irão ingressar em cargo da classe inicial da carreira de diplomata (terceiro secretário) e deverão se matricular no Curso de Formação, a ser realizado em Brasília.

A primeira fase será realizada nas capitais dos 26 estados da Federação e no Distrito Federal. A segunda e a terceira fases serão realizadas nas capitais em que houver candidatos aprovados na fase anterior.

A segunda fase será uma prova escrita de língua portuguesa. A prova será aplicada na data provável de 3 de maio, às 14h. A prova escrita valerá 100 pontos e consistirá de uma redação sobre tema geral, com a extensão de 600 a 650 palavras (60 pontos), e de dois exercícios de interpretação, de análise ou de comentário de textos, com a extensão de 120 a 150 palavras cada um (20 pontos para cada exercício).

A terceira fase será composta de provas escritas de história do Brasil, geografia e política internacional, língua inglesa, noções de economia, noções de direito e direito internacional público, e prova objetiva de língua espanhola e língua francesa.

A prova de história do Brasil será aplicada no dia 4 de maio, a prova de língua inglesa em 10 de maio, a prova de geografia e política internacional no dia 11 de maio, a prova de noções de direito e direito internacional público em 17 de maio, a prova de noções de economia e de língua espanhola e língua francesa será no dia 18 de maio.

As provas terão início às 9h, com quatro horas de duração. Somente a prova de língua espanhola e língua francesa será aplicada às 15h.

A nota final no concurso será igual à soma das notas obtidas nas provas da primeira, da segunda e da terceira fase. A classificação final no concurso, que determinará a ordem de ingresso dos aprovados na classe inicial da carreira de diplomata, corresponderá à ordem decrescente das notas finais no concurso.

A validade do concurso será de 30 dias, contatos a partir da data de publicação do resultado final, sem possibilidade de prorrogação.

Fonte: G1