ANS divulga edital com 200 vagas; remuneração chega a R$ 6 mil

ANS divulga edital com 200 vagas; remuneração chega a R$ 6 mil

Interessados poderão se inscrever de 2 a 16 de julho, pelo site da organizadora - www.funcab.org.br

Foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (28/6) o edital de abertura do novo processo seletivo simplificado da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). São 200 vagas em cargos do nível superior, sendo duas para Brasília, com salários que variam de R$ 3,8 mil a R$ 6.130. A Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab) é a banca organizadora. As informações foram publicadas a partir da página 142 da terceira seção.

Nesta seleção, a ANS oferta oportunidades para profissionais graduados nas áreas da saúde, direito, administração, contabilidade e em diversos cursos da área de informática - como análise de sistemas, ciências da computação, tecnologia em ti, entre outros. Além de Brasília, os aprovados serão lotados em Salvador, Fortaleza, Belo Horizonte, Cuiabá, Belém, recife, Curitiba, Rio de Janeiro, Ribeirão Preto/SP, Porto Alegre e São Paulo.

Interessados poderão se inscrever de 2 a 16 de julho, pelo site da organizadora - www.funcab.org.br. A taxa será de R$ 78 para cargos da área de atividade técnica de suporte e de R$ 92 para as funções de atividade técnica de complexidade intelectual.

A seleção se dará mediante provas objetivas, agendadas para 1º de setembro, e que serão aplicadas em Brasília, Belém, Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Segundo cronograma, o resultado final deverá sair já em 26 de setembro.

Em saúde, além de conteúdo básico, a prova exigirá conhecimento em legislação básica, noções de direito administrativo e constitucional. Já para direto constará direito civil, administrativo, constitucional, entre outros. Administração pública, contabilidade e noções e contabilidade serão cobrados na prova de administração/ciências contábeis. Já em ciências da computação, sistemas de informação ou engenharia serão exigidos conhecimentos de modelagem de processos, gestão de contratos de TI, banco de dados, governança de TI, gestão de projetos e análise e projeto de sistemas.

Os contratos terão duração de um ano, com possibilidade de prorrogação até o limite máximo de cinco anos. Já o processo seletivo terá a duração inicial de dois anos, podendo ser prorrogado uma única vez e pelo mesmo período.

Fonte: Correios Web