Após problemas com a redação, MEC lança cartilha para orientar candidatos

Ministério da Educação lançou uma cartilha virtual para orientar os estudantes e ajudar os estudantes a se prepararem para as provas.

Depois de quase dobrar a quantidade de corretores das provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), o Ministério da Educação lançou uma cartilha virtual para orientar os estudantes e ajudar os estudantes a se prepararem para as provas.

De acordo com o ministro da pasta, Aloizio Mercadante, a correção esse ano será mais rigorosa.

? O edital está mais rigoroso, a correção será mais rigorosa. A punição será mais severa em casos de inserção de trechos indevidos, principalmente quando há deboche . O ano passado ele perdia metade da nota, esse ano ele perderá toda a nota da prova.

No ano passado, estudantes inseriram no texto da redação trechos do hino do Palmeiras e até receita de miojo. Segundo o ministro da educação, mais da metade das provas será analisada mais de três corretores para evitar distorções.

No guia, disponível no site do Ministério da Educação, serão apresentados os critérios utilizados para a correção das redações e serão apresentados exemplos de texto que tiveram nota máxima em 2012.

Este ano as provas serão aplicadas nos dias 26 e 27 de outubro.

Corretores

O Ministério da Educação quase dobrou o número de corretores para as redações do Enem 2013. Para este ano foram contratados 9.500 profissionais, no ano passado trabalharam 5.600 corretores. Cada corretor vai analisar uma média de 1.600 redações.

Os profissionais também vão receber mais pelo serviço, o valor por prova corrigida sai de R$ 1,90 e vai para R$ 3.

Segundo o Ministério da Educação, foram produzidas 15,7 milhões de provas, incluindo textos especiais, que serão aplicadas em 1.661 municípios.

Os cerca de 63 mil malotes com as provas terão cadeados eletrônicos, com GPS que identificarão hora e local de abertura.

Fonte: r7