Banco Central divulga resultado da primeira etapa de concurso

Banco Central divulga resultado da primeira etapa de concurso

São 500 vagas, sendo 400 para analista e 100 para técnico

O Banco Central divulgou o resultado final da primeira etapa do concurso para 500 vagas de técnico e analista. O resultado foi divulgado no "Diário Oficial da União" desta quinta-feira (6).

Agora, os candidatos vão passar pela segunda etapa do concurso, que é o programa de capacitação. O resultado final será a soma da nota final da primeira etapa e da segunda etapa.

O resultado está dividido por cargo e área de atuação e foi divulgado na seguinte ordem: cargo/área de conhecimento/praça de lotação, número de inscrição, nome do candidato em ordem de classificação, nota final e classificação final.

As respostas aos recursos interpostos contra os resultados provisórios na prova discursiva e na avaliação de títulos de candidatos sub judice e o resultado provisório na perícia médica dos candidatos que se declararam com deficiência estarão à disposição dos candidatos a partir da data provável de 10 de fevereiro, no endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/bacen_13_analista_tecnico.

Concurso

De acordo com o Cespe/UnB, para o cargo de analista, a abstenção foi de 33,2%. Foram 40.954 inscritos. A organizadora ainda não informou a abstenção para o cargo de técnico, que teve 47.635 candidatos.

O concurso teve um total de 88.589 inscritos. A concorrência chegou a 1.160 candidatos por vaga no caso do cargo de técnico -suporte técnico-administrativo - veja aqui as estatísticas da concorrência.

Para analista são seis áreas temáticas, e para técnico são duas. As vagas são para Belém, Brasilia, São Paulo, Salvador e Porto Alegre. Brasília tem o maior número de vagas. São 428: 351 para analista e 77 para técnico. Outras 28 são para São Paulo, todas para analista, 25 são para Belém (13 para analista e 12 para técnico), 12 em Salvador (8 para analista e 4 para técnico) e 7 para Porto Alegre (todas para técnico).

Caso seja admitido, o candidato aprovado terá de permanecer na praça de sua escolha por prazo mínimo de três anos, período durante o qual não participará de processos de mobilidade para remoção entre praças.

O candidato ao cargo de analista pode optar entre as seguintes áreas: área 1 - análise e desenvolvimento de sistemas; área 2 - suporte à infraestrutura de tecnologia da informação; área 3 - política econômica e monetária; área 4 - contabilidade e finanças; área 5 - infraestrutura e logística e área 6 - gestão e análise processual.

É exigido curso de nível superior em qualquer área. O salário é de R$ 13.595,85 até 31 de dezembro de 2013, e de R$ 14.289,24, a partir de 1º de janeiro de 2014.

O candidato a técnico teve que escolher entre as áreas suporte técnico-administrativo e segurança institucional. É necessário nível médio completo. O salário é de R$ 5.158,23 até 31 de dezembro de 2013, e de R$ 5.421,30 a partir de 1º de janeiro de 2014.

Locais de vagas

Para analista são 15 vagas para a área 1, em Brasília; 12 vagas para a área 2 em Brasília; 2 vagas para a área 3, em Belém; 48 vagas para a área 3, em Brasília; 101 vagas para a área 4, em Brasília; 16 vagas para a área 4, em São Paulo; 11 vagas para a área 5, em Belém; 68 vagas para a área 5, em Brasília; 8 vagas para a área 5, em Salvador; 6 vagas para a área 5, em São Paulo; 107 vagas para a área 6, em Brasília, e 6 vagas para a área 6, em São Paulo.

Para técnico são 4 vagas para Belém, na área 1; 70 para Brasília, na área 1; e 4 para Porto Alegre, na área 1. Outras 8 são para Belém, na área 2; 7 para Brasília, na área 2; 3 para Porto Alegre, na área 2; e 4 para Salvador, na área 2.

Fonte: G1