Caixa abre inscrições para 72 vagas e cadastro para médico e engenheiro

Salários são de R$ 4.158 para médico e de R$ 8.315 para engenheiro

A Caixa Econômica Federal abre nesta quinta-feira (28) as inscrições do concurso público para 72 vagas e formação de cadastro de reserva para os cargos de médico do trabalho e engenheiro - área civil.

O médico do trabalho atuará em programas de medicina e segurança no trabalho e prevenção e assistência à saúde, com o objetivo de preservar a saúde e a integridade física e mental dos empregados.

O salário é de R$ 4.158. O candidato deve ter curso de graduação em medicina e registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), e certificado de conclusão de curso de especialização em medicina do trabalho, ambos registrados até a data de admissão. A jornada de trabalho é de 4 horas diárias, caracterizando 20 horas semanais.

O engenheiro civil atuará como agente promotor do desenvolvimento do ambiente em suas diversas dimensões, de forma a contribuir para a garantia da viabilidade econômica e social dos projetos da Caixa e propiciar melhoria da qualidade de vida da população brasileira. O salário é de R$ 8.315. O candidato deve ter curso de graduação de nível superior, bacharelado, em engenharia civil e registro no respectivo conselho de classe. A jornada de trabalho é de 8 horas diárias, caracterizando 40 horas semanais.

Para engenheiro civil a distribuição das vagas por polos é a seguinte: 23 vagas mais cadastro de reserva no Distrito Federal, cadastro em Goiás, 3 e cadastro de reserva em Mato Grosso, 3 e cadastro em Mato Grosso do Sul, cadastro no Espírito Santo, 2 e cadastro em Minas Gerais, 4 e cadastro no Rio de Janeiro, 7 e cadastro em São Paulo (municípios de São Paulo, São José dos Campos e Santos), 1 e cadastro em Campinas (municípios de Campinas, Jundiaí, Sorocaba e Piracicaba), 9 e cadastro em Bauru (municípios de Bauru, Presidente Prudente, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto), cadastro no Paraná, 15 e cadastro no Rio Grande do Sul e 1 e cadastro em Santa Catarina.

Para médico do trabalho a distribuição das vagas por polos é a seguinte: 1 e cadastro no Amazonas, 1 e cadastro no Ceará, 1 e cadastro em Santa Catarina e 1 e cadastro em São Paulo.

Ficam asseguradas as admissões, conforme necessidade de provimento, dos candidatos classificados nos concursos públicos vigentes para os cargos de médico do trabalho e engenheiro - área civil, até o término de suas vigências (22 de março de 2014 e 8 de julho de 2013, respectivamente) ou até o esgotamento dos cadastros de reserva no polo/macropolo de opção, prevalecendo o que ocorrer primeiro.

Havendo a prorrogação do concurso público 2012, para o cargo de engenheiro - área civil, ficam asseguradas as admissões até o término de sua prorrogação (8 de julho de 2014) ou até o esgotamento dos cadastros de reserva no polo/macropolo de opção, prevalecendo o que ocorrer primeiro.

As vantagens oferecidas pela Caixa são participação nos lucros e nos resultados da empresa, possibilidade de participação em plano de saúde e em plano de previdência complementar, auxílio refeição/alimentação, auxílio cesta/alimentação.

O candidato aprovado terá classificação por cargo/polo e macropolo, de acordo com a sua opção no ato da inscrição. A convocação para a realização dos exames médicos admissionais ocorrerá em função das necessidades da Caixa, obedecidas a ordem de classificação no polo/macropolo, de acordo com a opção do candidato no ato da inscrição: classificação por cargo/polo e classificação por cargo/macropolo.

Será excluído o candidato que, ao ser convocado pela classificação no polo de opção, não aceitar ser admitido na unidade indicada pela Caixa. O candidato poderá ser convocado, uma única vez, para polo diferente daquele para o qual se inscreveu, desde que exista vaga nesse polo e não haja candidato para preenchê-la. Nesse caso, a Caixa utilizará a ordem de classificação por cargo/macropolo. Caso o candidato aceite ser admitido na unidade fora da abrangência do polo em que se inscreveu, será excluído da classificação no polo original de opção.

Se o candidato não aceitar ser admitido em unidade fora da abrangência do polo para o qual se inscreveu, será excluído da classificação por cargo/macropolo, mantendo, porém, a classificação no cargo/polo de opção. As convocações previstas somente serão realizadas dentre os candidatos aprovados dos cargos/polos vinculados ao mesmo macropolo. O provimento ocorrerá de acordo com as vagas previstas abaixo e estará sujeito ao planejamento estratégico e às necessidades da Caixa.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.concursosfcc.com.br das 10h do dia 28 de março até as 14h do dia 19 de abril. O candidato deverá optar por um polo, que automaticamente estará vinculado ao macropolo e à cidade de realização da prova. A taxa de inscrição e de R$ 140 para o cargo de engenheiro - área civil e de R$ 97 para o cargo de médico do trabalho.

O concurso público consistirá de três etapas: avaliação de conhecimentos gerais e específicos, mediante a aplicação de provas objetivas e de provas discursivas, avaliação de títulos e exames médicos. Após a realização da avaliação de títulos, os candidatos classificados serão convocados para a realização dos exames médicos admissionais, observada a necessidade de provimento e a ordem de classificação em cada polo/macropolo.

A aplicação das provas objetivas e discursivas está prevista para o dia 19 de maio, no período da manhã, nas cidades de Brasília, Goiânia, Cuiabá, Campo Grande, Vitória, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas, Bauru, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis, Manaus e Fortaleza. Somente serão corrigidas as provas discursivas dos candidatos habilitados e mais bem classificados, no limite estabelecido para cada cargo no edital.

Fonte: G1