Caixa Econômica poderá efetuar 15.910 novas contratações até 2015

O Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais autorizou a CEF a ampliar o seu quadro de funcionários.

O Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest), vinculado ao Ministério do Planejamento, autorizou a Caixa Econômica Federal a ampliar o seu quadro de pessoal. Poderão ser admitidos mais 15.910 novos funcionários, sendo 6.037 em 2013, 4.850 em 2014 e 5.023 em 2015. A Portaria nº14, que permite as contratados, foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta, dia 17.

Atualmente, a Caixa tem 96.012 funcionários, sendo que até o final deste ano o limite máximo passa a ser de 102.049. Já em 2014, o número pode subir para 106.899, passando em 2015 para 111.922. Com essa ampliação, a Caixa poderá convocar mais aprovados de concursos em validade, além de poder abrir novas seleções.

Para o cargo de técnico bancário, que demanda o maior número de contratações pelo banco, o último concurso aconteceu em 2012. Quase 15 mil aprovados já foram chamados, sendo que cerca de 11 mil foram admitidos. Ainda há cerca de 52 mil aguardando no cadastro de reserva. Os aprovados poderão ser chamados até o fim da validade, em 14 de junho de 2014 (prazo já prorrogado).

Tradicionalmente, a Caixa realiza muitas convocações. O banco chama os habilitados frequentemente, de acordo com a necessidade. Com a validade terminando em meados de 2014, é provável que haja um novo concurso até o início do ano que vem, destinado a técnico bancário (nível médio), para que a Caixa não fique sem cadastro disponível.

A seleção de 2012, que abrangeu diversos estados, foi para formação de cadastro de reserva, com remuneração oferecida de R$2.715,04 mensais, já incluindo R$476,12 de auxílio-alimentação/refeição, e de R$367,92 de auxílio cesta-alimentação. A contratação dos funcionários é feita sob o regime celetista.

Fonte: folhadirigida