Caixa tem urgência em realizar um concurso público para técnico

Caixa tem urgência em realizar um concurso público para técnico

A carreira exige apenas o nível médio e proporciona remuneração de R$2.715,04, sendo R$1.875 de vencimento-base

Em 2014, será realizado o próximo concurso para técnico bancário, cargo de ingresso na Caixa Econômica Federal, em âmbito nacional. Por ser um ano de eleições, o banco pretende homologar a seleção antes do período eleitoral (começa no início de julho), para que os aprovados possam ser convocados. Além disso, o concurso de 2012 tem validade até 14 de junho, o que significa que a seleção deve terminar antes disso, para que a Caixa não fique sem cadastro de reserva. Como há urgência em realizar o concurso, cujo edital está previsto para sair até o início do ano que vem, a organizadora deverá ser definida até meados de dezembro. A carreira exige apenas o nível médio e proporciona remuneração de R$2.715,04, sendo R$1.875 de vencimento-base, R$472,12 de auxílio-alimentação/refeição e R$367,92 de cesta-alimentação.

Apesar de haver possíveis mudanças no conteúdo programático, de acordo com confirmação do gerente nacional de Relações do Trabalho e Provimento da instituição, João Acácio, a seleção de 2012 serve como fonte de estudo para quem já deseja iniciar a preparação. Na ocasião, houve uma redação e uma prova objetiva. O exame foi composto por 60 questões de múltipla escolha, sendo 30 de Conhecimentos Básicos (distribuídas por Língua Portuguesa, Matemática, Atualidades, Ética, Atendimento, História e Estatuto da Caixa e Legislação Específica) e 30 de Específicos (Conhecimentos Bancários e Noções de Informática). Ainda houve oportunidades para a área de Tecnologia da Informação, para a qual foram cobradas as disciplinas de Tecnologia da Informação e Conhecimentos Bancários II na parte específica. No entanto, ainda não há confirmação se haverá chances para essa área.

Já foram convocados 17.326 aprovados no concurso anterior, sendo 13.285 já admitidos, até a última segunda-feira, dia 18 de novembro. No Rio de Janeiro, foram admitidos 1.129 aprovados, sendo 614 na capital, 455 no interior e 60 na área de TI. Ainda fazem parte do cadastro de reserva 48.971 candidatos, sendo 3.455 no Rio.

Nível superior - No ano que vem, também haverá oportunidades para advogado, arquiteto, engenheiro e médico do trabalho, conforme informou João Acácio. Esses cargos exigem o nível superior na área.

A remuneração para advogado, arquiteto e engenheiro é de R$8.285,04, já incluindo os auxílios, referente a 40 horas semanais. Já para o cargo de médico do trabalho, a carga pode ser de 20 ou 30 horas semanais, sendo a remuneração de R$4.563,04 e R$6.424,04, respectivamente, já com os auxílios.

Expansão prevê 2 mil novas agências

Um dos planos de estratégia da Caixa Econômica Federal é a abertura de novas agências. A previsão é de que até 2015 sejam inaugurados 2 mil novos postos de trabalho em todo o país. Essa expansão fará com que o banco tenha a necessidade de contratar novos funcionários, e os aprovados no próximo concurso podem aguardar por muitas convocações. Além disso, ainda há a autorização do Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest), vinculado ao Ministério do Planejamento, feita em julho, que permite a ampliação do quadro de pessoal. Com isso, nos próximos dois anos, a Caixa poderá contratar 9.873 funcionários, sendo 4.850 em 2014 e 5.023 em 2015.

É provável que a maioria dessas contratações será com aprovados na seleção que será aberta em breve. Em julho, o Dest havia aprovado a contratação de um total de 15.910 funcionários. No entanto, 6.037 convocações deveriam ser feitas ainda em 2013, ou seja, estão sendo chamados, até dezembro, aprovados nos concursos ainda em validade. Além da seleção de técnico bancário que termina em junho do ano que vem, ainda estão vigentes outros três concursos: o de médico do trabalho, de 2011, que tem prazo até 22 de março; o de advogado, engenheiro e arquiteto, realizado em 2012, até 8 de julho de 2014; e o de engenheiro civil e médico do trabalho (2013), até 21 de agosto de 2014.

Fonte: Folha Dirigida