Câmara, Metrô/DF e Ibama realizam provas para mais de 150 mil pessoas

São, ao todo, 365 vagas em disputa por mais de 150.000 candidatos.

Neste domingo (13/4), a Câmara dos Deputados, a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô/DF) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realizam as provas de seus respectivos concursos públicos. São, ao todo, 365 vagas em disputa por mais de 150.000 candidatos. Confira abaixo os locais, horários e concorrência de cada certame.

Câmara dos Deputados

O órgão registrou 51.789 candidatos inscritos no concurso que oferta 113 vagas de nível médio e superior. A concorrência média geral é de 458 por chance. O cargo com maior participação foi o de técnico legislativo, com atribuição de agente de polícia legislativa, com 39.307 inscritos - concorrência de 655 por vaga. O segundo cargo com mais concurseiros foi o de analista legislativo, área de consultor legislativo da área XX, com 1.418 candidatos. Veja os demais cargos aqui.

As duas provas objetivas para o cargo de analista legislativo terão duração de 3h30 cada e serão aplicadas no dia 13 de abril, respectivamente, às 8h e às 14h. Já as avaliações discursivas terão duração de 4h cada e serão aplicadas no dia 20 de abril, respectivamente, às 8h e às 14h. As provas objetivas e a discursiva para o posto de técnico legislativo terão duração de 5h e serão aplicadas no dia 20 de abril, às 14h.

Veja os horários das provas objetivas e discursivas. Os locais onde os candidatos realizarão os exames serão disponibilizados nesta sexta-feira (4/4).

O concurso oferta dois dos salários mais altos do funcionalismo público: R$ 12.286,61 e R$ 25.105,39, para técnico legislativo (agente de polícia legislativa) e analistas (consultor de orçamento e fiscalização financeira e consultor legislativo), respectivamente. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) é a banca organizadora do certame.

De acordo com o documento de abertura da seleção, 53 vagas são para o cargo de analista legislativo, destinado a qualquer curso de nível superior. Além de 60 chances para e técnico legislativo, para quem tem nível médio. Veja aqui o edital de abertura.

As provas objetivas para analistas terão 220 itens de certo e errado sobre língua portuguesa, inglesa e espanhola; processo legislativo e conhecimentos específicos. Já para técnicos serão 140 itens sobre português, legislação, informática, raciocínio lógico e conhecimentos específicos.

Sobre as provas discursivas para analista/consultor de orçamento e fiscalização financeira serão cobradas uma dissertação, duas emendas com justificativa, e dois pareceres. Já para consultor legislativo (exceto área XX): uma dissertação, um discurso, uma minuta e um parecer de proposição. E para consultor legislativo (área XX): uma dissertação, um resumo, e dois discursos (uma favorável e outro contra). Inscritos a técnico farão apenas uma dissertação.

Os testes físicos para agentes de polícia serão compostos por teste de barra (dinâmico para homens, e estático para mulheres), teste de corrida de ir e vir e corrida de 12 minutos.

Assista dicas de aprovação aqui.

Metrô/DF

As 232 vagas abertas serão disputadas por 98.258 candidatos - concorrência média de 423 pessoas por chance. O posto com maior número de participantes é o de assistente administrativo, com 40.609 inscritos. Do total de oportunidades, 20% são reservadas a pessoas com deficiência. As chances são para níveis médio e superior, com salários que variam de R$ 2,9 mil a R$ 7 mil. O Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades) é o responsável pelo certame.

Os exames acontecem neste domingo (13/4), com duração de quatro horas, e começarão às 8h30 para candidatos a analista metroferroviário - área técnica AMT (código 112 a 119); e para técnico metroferroviário - TMF (código 202 a 210). Haverá ainda exames às 15h para quem concorre a operador de transporte metroferroviário (operador metroviário júnior - cód. 211), e profissional de segurança metroferroviário (segurança metroferroviário júnior - cód. 212).

Já no dia 20 de abril, às 8h30 é a vez de quem se inscreveu a analista metroferroviário (área administrativa), e às 15h para candidatos ao cargo de profissional de suporte metroviário (assistente administrativo). Os locais podem ser consultados a partir da página 63 do Diário Oficial do DF.

Em nível superior, as oportunidades são para os cargos de analista metroferroviário em duas áreas: administrativa (nas funções de administrador, advogado, analista de sistemas, arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, médico do trabalho, pedagogo e psicólogo); e área técnica (para engenheiro - ambiental, civil, de controle de qualidade, de segurança do trabalho, eletrônico, eletricista, mecânico e de telecomunicações). O salário é de R$ 6.480 para a área administrativa e R$ 7.020 para a técnica. Ambas com jornada de 40 horas semanais de trabalho.

Quem tem nível médio entra na disputa pelos postos de profissional de suporte metroferroviário, na ocupação de assistente administrativo, com salário de R$ 3.240; técnico metroferroviário, nas funções de técnico (em contabilidade, informática, edificações, eletrônica, eletrotécnica, estradas, mecânica, segurança do trabalho e telecomunicações), com remuneração de R$ 3.450; operador de transporte metroferroviário, com vencimento de R$ 3.240; e profissional de segurança do trabalho, com salário de R$ 2.916 para ocupação de segurança metroferroviário. Todos os cargos têm carga horária de 40 horas.

Na seleção, haverá provas objetivas e discursivas, nas datas previstas de 13 e 20 de abril, teste de aptidão física, avaliação psicológica, curso de formação e avaliação de títulos. No primeiro exame serão exigidos conhecimentos básicos (língua portuguesa, raciocínio lógico e matemático, legislação aplicada aos empregados do Metrô/DF, microinformática, atualidades) e conhecimentos específicos.

Ibama

O processo seletivo visa o preenchimento de 20 vagas de nível superior - duas chances são reservadas a pessoas com deficiência. As avaliações terão início às 9h e duração máxima de 3h. A etapa ocorrerá no Centro Educacional Maria Auxiliadora (Cema), localizado no SHIGS, 702 - Conjunto C, Asa Sul, Brasília/DF. A banca organizadora do certame, Cetro, não divulgou a quantidade de inscritos.

Aprovados serão lotados em Brasília/DF. O salário ofertado é de R$ 8.300 por jornada de trabalho de 40h semanais. Os cargos ofertados são de analista de suporte em segurança da informação (2), analista em TI para planejamento e gestão de contratos de TI (10) e gerente de projetos de TI (8). Todas as funções exigem graduação em tecnologia da informação e experiência mínima de cinco anos no setor almejado.

Além das provas objetivas, candidatos passarão por avaliação de títulos e de experiência profissional. A seleção é válida por dois anos, podendo ser prorrogada por igual período.

Fonte: CorreioWeb