Candidatos a estágio evitam fofoca no trabalho, diz pesquisa

Candidatos a estágio evitam fofoca no trabalho, diz pesquisa

Maioria dos entrevistados não têm hábito e evitam "conversas de corredor"

O Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) fez uma pesquisa com o tema: como se comportar diante de fofoca no ambiente de trabalho, de 7 a 18 de outubro, com 8.449 candidatos a estágio com idades entre 15 e 26 anos. Eles tiveram que escolher entre as seguintes opções: ?Eu não fofoco, falo diretamente para a pessoa?; ?Fofoca faz parte do dia a dia e todos praticam?; ?Geralmente, evito passar para frente conversas de corredor?; ?Não tenho hábito de fofocar? e ?Eu falo mal de quem é fofoqueiro?.

Cerca de 95% dos jovens dizem evitar esse comportamento. E duas das alternativas ficaram praticamente empatadas. ?Geralmente, evito passar para frente conversas de corredor? teve 39,66% dos votos, um pouco à frente de: ?Não tenho hábito de fofocar?, com 38,71%.

Segundo Rafaela Gonçalves, analista de Treinamento e Desenvolvimento do Nube, isso demonstra a preocupação cada vez maior com a própria imagem dentro das corporações. ?Adotar tal atitude propicia o bom convívio e expressa neutralidade perante comentários, os quais não agregarão nada na carreira?.

Além disso, na visão da especialista, evitar esse comportamento reflete uma postura madura e profissional, características muito procuradas por empresas. ?Atualmente, a boa conduta é uma ponte para o crescimento e reconhecimento nas organizações.?

Todas as outras possibilidades se distanciaram das favoritas. Em terceiro, quarto e quinto lugares ficaram, respectivamente: ?Eu não fofoco, falo diretamente para a pessoa? (16,38%); ?Fofoca faz parte do dia a dia e todos praticam? (4,13%) e ?Eu falo mal de quem é fofoqueiro? (1,11%).

?Os jovens precisam refletir sobre essas questões, pois o mercado contrata por meio dos bons currículos, mas, no dia a dia, demite por causa dos maus hábitos?, alerta Rafaela.

Fonte: G1