Candidatos querem anulação de concurso da UFPI; confira!

Um grupo de candidatos irá entrar com uma ação no Ministério Público Federal, pedindo a anulação

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUARTA-FEIRA (04) DO JORNAL MEIO NORTE

O concurso público, realizado no último domingo (01), para provimento de cargos da Universidade Federal do Piauí (UFPI) poderá ser anulado. Candidatos constataram que pelo menos dez questões da prova para Assistente Administrativo teriam sido retiradas de provas, realizadas anteriormente por outras bancas, para preenchimento de vagas em outros órgãos do país.

O professor de cursinho preparatório, André Sandes, afirma que só na disciplina de administração foram retiradas seis questões de uma prova realizada no ano de 2004, no Rio de Janeiro, para o cargo de Arquivista.

?Essa prova está cheia de irregularidades. Primeiro, copiar questões de outros concursos fere o principio da isonomia, pois o candidato que teve acesso a elas anteriormente, por meio de apostilas e da internet, sai na frente dos demais. Outro erro é em relação à legislação cobrada em uma das questões, que está totalmente desatualizada, pois foi elaborada com base na lei em vigor no ano de 2004, que já foi revogada. Além disso, questões para o cargo de arquivista são de nível superior e não deveriam estar presentes em uma prova de nível médio?, relatou o professor.

Com base em todas essas reclamações e irregularidades, um grupo de candidatos irá entrar com uma ação no Ministério Público Federal do a anulação do certame. ?Já temos 50 nomes que entrarão com a ação no MPE. Vamos pedir a anulação do concurso. Meu pai falou que uma menina saiu com uma hora de prova dizendo que tinham dez questões que ela havia feito na faculdade dela?, reclamou a candidata Deusa Alves.

Fonte: Pollyana Carvalho