Concurso com 192 mil vagas tem procura abaixo do esperado, diz IBGE

Emprego temporário para o Censo 2010 atrai menos os candidatos do Sul e Sudeste

Terminam neste domingo (4) as inscrições para o concurso público do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Quem for aprovado no processo seletivo irá trabalhar no Censo 2010. São 191.972 vagas para funcionários temporários em todos os municípios do Brasil.

É pré-requisito ter ao menos escolaridade de nível fundamental e de 25 a 30 horas livres por semana.

O processo seletivo recebeu apenas 668.506 inscrições até esta quinta-feira (1º). O número está abaixo da expectativa do IBGE, afirma a assessoria de imprensa do órgão:

- Nossa previsão era de que o número de inscrições fosse bem maior, afinal no último Censo, em 2000, foram 790 mil inscritos. Nós ainda não atingimos essa meta.

Sul e Sudeste

Há dificuldade para encontrar mão-de-obra principalmente no Sul e no Sudeste. O instituto avalia que a boa situação econômica em Estados como Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo tem levado muitas pessoas a dispensarem o concurso.

Em fevereiro, a taxa de desemprego na região metropolitana de São Paulo caiu ao menor nível no mês em 18 anos, desde o mesmo período de 1992. Essa também é uma das possíveis razões para a baixa procura por vagas temporárias.

O IBGE prevê que o número de inscrições no concurso supere pelo menos 700 mil até domingo. Caso o número de candidatos chegue a esta marca, ele será 11% menor do que no Censo anterior, em 2000, quando 790 mil candidatos disputaram 189.973 vagas.

Naquela época, a concorrência nacional para o concurso foi de 4,1 pessoas por vaga. Até agora, a disputa está em 3,48 por vaga.

Neste ano, os Estados com menos pessoas procurando o IBGE são o Rio Grande do Sul (2,42 candidatos por vaga) e São Paulo (2,51).

O Estado com maior relação de candidatos por vaga é o Piauí (6,31), seguido do Maranhão (5,88).

Os salários para as vagas são pagos por produtividade e podem variar entre R$ 800 e R$ 1.600.

Mais presenciais

O número de inscrições presenciais é maior do que as feitas pela internet até agora, afirma o instituto. A empresa que organiza o concurso, a Cesgranrio, está enfrentando dificuldades para totalizar os cadastros, de acordo com o IBGE:

- Os dados de inscrição presencial até agora estão subestimados.

Não haverá, entretanto, prorrogação das inscrições. O cronograma não pode ser atrasado, diz o órgão, já que o número de temporários - um contigente de 190 mil pessoas - deve ainda ser selecionado e passar por treinamento.

Como se inscrever

As inscrições para o cargo de recenseador devem ser feitas até as 23h59 do dia 4 de abril pela internet, no site da Cesgranrio. A taxa é de R$ 18.

Para quem optar por fazer o cadastro via internet no feriado, a taxa de inscrição pode ser paga em qualquer agência bancária até terça-feira (6). O boleto gerado terá automaticamente a data do último prazo.

Para concorrer a uma das oportunidades, é preciso ter idade mínima de 18 anos.

As provas do concurso ocorrerão simultaneamente em todo o país, no dia 30 de maio. Os locais de prova serão divulgados em 18 de maio.

O exame terá 50 questões de múltipla escolha, sendo dez de português, dez de matemática, dez de conhecimentos gerais e 20 de conhecimentos técnicos, baseados no estudo de conhecimentos aplicados no Censo Demográfico 2010.

Os gabaritos das provas serão divulgados no dia 31 de maio. Candidatos poderão apresentar recurso quanto aos resultados nos dias 1º e 2 de junho.

O resultado final do processo seletivo sai no dia 1º de julho.

Fonte: R7, www.r7.com