Concurso da Deso, com 75 mil inscritos, é suspenso pelo MPSE

O Ministério Público de Sergipe (MPSE) decidiu suspender o concurso da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), que oferta 382 vagas

O Ministério Público de Sergipe (MPSE) decidiu suspender o concurso da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), que oferta 382 vagas, em dois cargos de técnicos. A determinação foi baseada na ação civil pública de obrigação de fazer e não fazer, proposta pela Promotoria de Justiça da Defesa do Patrimônio Público após receber representação do Sindicato dos Técnicos Industriais de Nível Médio de Sergipe (Sintec).

De acordo com o Sintec e o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea/SE), os cargos de assistente de gestão operacional I e II e de técnico em eletrônica somente podem ser ocupados por profissionais de nível técnico e não por pessoas que possuem o ensino fundamental e médio, como está disposto no edital de abertura do concurso.

Após análise, a juíza Simone de Oliveira Fraga entendeu que alegações tinham fundamento, já que, durante o processo seletivo, o MPSE procurou os representantes da Deso para que a empresa retificasse o edital, mas, segundo a magistrada, a companhia insistiu em não alterar o documento normativo.

O concurso

Organizado pela a AOCP, o concurso contou com mais de 75 mil inscritos. As vagas ofertadas são para todos níveis de escolaridade. As oportunidades são para o quadro efetivo da empresa, com salários que variam de R$ 872,14 a R$ 3.256,10, dependendo do posto escolhido pelo candidato.

Quem possui nível fundamental disputa o cargo de assistente de gestão operacional I. Para nível médio, as chances são para assistente de gestão administrativa II, assistente de gestão operacional II e auxiliar de enfermagem do trabalho. Candidatos com nível técnico tentam as carreiras de segurança do trabalho, contabilidade, química, edificações, eletrônica e saneamento. Já para aqueles que têm graduação em nível superior, os cargos disponíveis são advogado, analista de sistema, assistente social, biólogo, contador, economista, enfermeiro trabalho, engenheiro ambiental, engenheiro civil, engenheiro eletricista, geólogo, médico do trabalho, químico industrial e relações públicas.

As oportunidades são para os núcleos de Aracaju, Propriá, Neópolis, Nossa Senhora das Dores, Itabaiana, Maruim, Nossa Senhora da Glória, Frei Paulo, Graccho Cardoso, Nossa Senhora de Lourdes, Porto da Folha, Lagarto, Salgado, Tobias Barreto e Umbaúba.

Fonte: Correio Web