Concurso para Jovens Regentes; as vagas para músicos são significativas

Concurso para Jovens Regentes; as vagas para músicos são significativas

Vencedores ocupam postos significativos em orquestras brasileiras

Os concursos são oportunidades para os novos músicos se apresentarem e terem seu talento reconhecido. Um bom desempenho e uma premiação enriquecem os currículos. No Brasil, são poucos os eventos de peso nesta área e, menos ainda, os que permanecem ao longo dos anos.

A Grande Música desta semana reapresenta os vencedores do Primeiro Concurso Jovens Regentes Eleazar de Carvalho, realizado pela Orquestra Petrobras Sinfônica.

Os vencedores tiveram ótimas avaliações e desde então vêm firmando suas carreiras como regentes. O segundo colocado foi Marcelo Goulart Lehninger. O seu concerto de premiação incluiu o Prelúdio de Tristão e Isolda, de Richard Wagner.

O primeiro colocado foi Marcos Arakaki. Assim como Marcelo Lehninger, ele vem se firmando como maestro e ocupando postos significativos em diversas orquestras brasileiras. Arakaki regeu a Sinfonia nº 9, em mi menor, a "Sinfonia do Novo Mundo", de Dvorák, em seu concerto de premiação.

Fonte: EBC