Concurso público atrai brasileiros em busca de bons salários e estabilidade

O mercado de concursos cresce mais de 40% ao ano no Brasil. A previsão é de que até 2016 sejam abertas 400 mil vagas em concursos de todo país

O mercado de concursos cresce mais de 40% ao ano no Brasil. A previsão é de que até 2016 sejam abertas 400 mil vagas em concursos federais, estaduais e municipais. Estabilidade e bons salários são o que mais atrai os brasileiros para essas vagas. Segundo o IBGE, a remuneração na carreira pública supera em 92% a da iniciativa privada. Os salários variam de R$ 1,8 mil a R$ 23 mil.

A concorrência é grande: 12 milhões de brasileiros se preparam para disputar uma vaga no serviço público, segundo a Associação Nacional de Proteção aos Concursos. Nas salas de aula dos cursos preparatórios é fácil encontrar quem largou tudo pelo mesmo sonho. Para passar em um concurso, muitos estudam mais de 12 horas por dia.

Ficar entre os primeiros colocados, porém, nem sempre garante a tão sonhada estabilidade. Quando a seleção é para formar um cadastro de reserva não há um número definido de vagas. A instituição pode convocar os aprovados em até quatro anos. Depois disso, o processo é cancelado.

A engenheira agrônoma Valéria Silva passou em primeiro lugar em um concurso de cadastro de reserva do Banco do Nordeste. Após três anos de aprovação, ela já perdeu a esperança de receber o salário de R$ 3,5 mil: ?O objetivo de você passar em um concurso é ser convocada e assumir seu cargo. Querendo ou não você fica frustrado?.

Um projeto de lei aprovado no Senado acaba com os concursos só para cadastro de reserva ou com oferta simbólica de vagas. A regra valerá apenas para as instituições federais, por isso, não beneficiaria candidatos como o economista Álvaro de Menezes, que aguarda ser chamado para o cargo de técnico administrativo no Ministério Público do Maranhão. "Você fica naquela expectativa: ?Será que eu vou ser chamado? Será que eu não vou ser chamado?? Vou estudar para outro, porque eu não vou esperar?, afirma.

Para alguns, a espera valeu a pena. A técnica bancária Germana Cardoso foi convocada dois anos após a seleção. ?Eu estou na Caixa Econômica, que foi um concurso com 100% de cadastro de reserva. Realmente, ele chamou muita gente e continua chamando. Só aqui em Fortaleza já foram chamadas mais de 150 pessoas?, diz.

Quem está na dúvida, pode seguir o conselho do professor Jackson Bezerra: para concurseiros, prova nunca é demais. ?No concurso público, o segredo não é se inscrever e passar. O segredo é se inscrever, fazer e fazer até passar?, orienta.

Fonte: G1