3,6 mil vão ser chamados pela Sesapi; confira

3,6 mil vão ser chamados pela Sesapi; confira

Secretária estadual de Saúde anunciou o resultado do concurso realizado no início deste ano.

A secretária estadual de Saúde, Lilian Martins, anunciou ontem o resultado do concurso realizado no início deste ano. O concurso foi feito para cerca de 900 vagas que serão ocupadas imediatamente, mas pode ser chamado o equivalente a quatro vezes esse número, ou seja, 3.600 pessoas. ?Quem ficou no cadastro de reserva pode ter chance, já que o edital prevê quatro vezes a quantidade de vagas. Não desanimem e torçam para que todos sejam chamados?, disse a secretária.

A solenidade aconteceu no pátio da Sesapi, no Centro Administrativo. O presidente do Núcleo de Promoção e Eventos da Universidade Estadual do Piauí (Nucepe), Francisco Canindé, entregou a lista oficial às 11h30. Lilian Martins destacou a lisura do concurso e disse que a data era motivo de orgulho para qualquer gestor.

?Hoje é um dia que nos orgulhamos em ser gestor. Esse concurso foi muito elogiado, tivemos dificuldades em apenas uma área?, destacou. A gestora esclareceu a nova nomenclatura adotada para resultado de concursos, onde os aprovados agora são chamados de classificados. ?Nas 900 vagas diretas nós temos os classificados e no restante, que equivale a quatro vezes mais esse número, estão os aprovados?, explica.

As provas aconteceram dia 29 de janeiro. Foi o maior concurso público já realizado pela Secretaria de Estado da Saúde. As vagas disponíveis são para diversas áreas em todos os territórios do Piauí. As provas foram aplicadas nas cidades de Bom Jesus, Floriano, Parnaíba, Picos, São Raimundo Nonato e Teresina. É considerado aprovado o candidato que obtiver no mínimo 50% do total de pontos em cada uma das provas e estiver dentro do limite de quatro vezes o número de vagas, conforme edital.

Os salários variam de R$ 574,34 para Técnico de Apoio Administrativo, por exemplo, até R$ 4.027,01 para um médico plantonista. Entre as especialidades estão técnico de apoio administrativo, técnico administrativo em contabilidade, técnico em patologia, radiologia, laboratório , administrador hospitalar, assistente social, arquiteto, cirurgião dentista bucomaxilofacial, educador físico, enfermeiro, engenheiro civil, farmacêutico-bioquímico, fisioterapeuta, ortopedista, fonoaudiólogo, médico anestesista, cardiologista, cirurgião geral, médico intensivista, clínico geral, neurocirurgião, ortopedista, dentre outras. O concurso público terá validade de dois anos, a contar da data da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período a critério da Secretaria de Estado da Administração.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte