Confira quais são os cinco concursos mais aguardados para 2015

Cinco grandes concursos são esperados pelos concurseiros do país

Cinco grandes concursos são esperados pelos concurseiros de todo o Brasil em 2015. Com a confirmação da abertura dos editais, cinco seleções federais de cunho nacional despertam o interesse de muitos candidatos. Confira a relação deles, além dos cargos, salários e outros benefícios oferecidos:

1)INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está com os preparativos acelerados para a sua seleção para 950 vagas - sendo 800 para técnico do seguro social, de nível médio, e 150 para analista do seguro social, para graduados em Serviço Social. O edita deve ser publicado até 29 de dezembro, prazo estipulado pela portaria de autorização, de acordo com o setor de Recursos Humanos do INSS, será encurtado. Nos próximos dias, deverá ser escolhida a organizadora do concurso. O técnico do INSS tem remuneração de R$4.614,87, que, após seis meses de trabalho, passa para até R$5.259,87. Os analistas, por sua vez, ingressam recebendo R$6.832,89, valor que, depois de seis meses, sobe para até R$7.869,09.

2) Correios

É aguardada para os próximos dias a divulgação do edital do concurso dos Correios. O edital já está pronto, e sua liberação depende da contratação da organizadora - processo que já está em andamento. A seleção será para cerca de 2 mil vagas de agente, de nível médio, nas atividades de carteiro e operador de triagem e transbordo. Os ganhos iniciais são de, pelo menos, R$2.592,46 e R$2.255,96 mensais, respectivamente, mas podem chegar a R$3 mil aproximadamente, com a inclusão de benefícios e adicionais. As chances serão distribuídas pelos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Amazonas, Bahia, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, além do Distrito Federal.

3) Banco do Brasil

De acordo com a Folha Dirigida, o momento é de estudo de quantas vagas imediatas serão oferecidas no concurso, e o edital está previsto para sair após 26 de setembro. Além do Rio de Janeiro, haverá vagas imediatas e em cadastro para o Rio Grande do Sul, Espírito Santos e partes dos estados do Amazonas, Minas Gerais e Santa Catarina. O BB já tem estrutura e programa, que serão os mesmos dos últimos concursos para 15 estados e para o Nordeste. A organizadora será a Fundação Cesgranrio. O sempre disputado cargo de escriturário exige o nível médio e proporciona remuneração inicial de R$3.280, que inclui salário de R$2.227,26, ajuda-alimentação de R$572, vale-refeição de R$431,16 e vale-cultura de R$50.

4) IBGE

Devido ao alto número de aposentadorias e vacância, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que vai correr com os preparativos para a realização do concurso para 600 vagas. A divulgação do documento deve ocorrer antes de 27 de janeiro de 2016, prazo estipulado pela portaria de autorização do Ministério do Planejamento. De acordo com a Folha Dirigida, fontes internas alegam que o documento deve ser publicado, seguindo essa linha de antecipação, até o dia 20 de outubro. Por enquanto, é estudada a distribuição das vagas pelo país. Serão abertas 460 vagas de técnico em informações geográficas e estatísticas, de nível médio, 90 de analista de planejamento, gestão infraestrutura em informações geográficas e estatísticas, de nível superior, e 50 de tecnologista, também para graduados. Os vencimentos variam de R$3.471,85 a R$9.107,88. O regime de contratação é o estatutário, com estabilidade.

5) ANS

É grande a expectativa de divulgação do edita do concurso para 102 vagas de nível médio na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Quem estuda para o concurso da autarquia deve ficar atento, pois é provável que o edital saia bem antes de 24 de dezembro, que é o último dia estipulado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), quando autorizou a seleção. O cargo de técnico administrativo, que terá 66 vagas, propicia remuneração de R$6.071,52. Já as outras 36 serão para a função de técnico em regulação, que tem ganhos de R$6.330,52. Nos dois casos, já há o auxílio-alimentação de R$373. O regime de contratação da ANS é o estatutário, isto é, com garantia de estabilidade.

Fonte: iBahia