Demora na convocação revolta concursados do Hospital Universitário

Com vagas disponíveis, os concursados dizem que a morosidade na convocação dos profissionais é um prejuízo para a sociedade.

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUINTA-FEIRA (15) DO JORNAL MEIO NORTE

Aprovados e classificados do concurso do Hospital Universitário de Teresina visitaram o hospital na manhã de quarta-feira (14) com o intuito de buscar respostas para a demora em serem convocados para assumirem suas vagas no hospital. Com vagas disponíveis, os concursados dizem que a morosidade na convocação dos profissionais é um prejuízo para a sociedade.

A situação da saúde no Piauí é tema de discussão sob diversas perspectivas, principalmente pela má qualidade do serviço prestado por conta da falta de leitos ou superlotações em hospitais. O hospital universitário foi visto como uma das soluções para esses problemas pelo seu porte. No entanto, após o concurso feito para preencher as vagas necessárias, ainda há falta de funcionários e os concursados esperam por suas convocações.

Para concorrem às 379 vagas de 18 cargos em diferentes áreas de atuação, foram registradas as inscrições de 13.820 candidatos. Uma comissão com os concursados foi criada e eles foram ao Hospital Universitário procurar respostas para suas dúvidas.

Um dos representantes da comissão, Augusto Nery comenta a demora na convocação dos concursados: “Temos um hospital de grande porte pronto para ser utilizado pela população, mas por conta dessa demora na contratação dos profissionais, o hospital não pode funcionar em sua plena capacidade. Andamos pelos corredores e vemos poucos funcionários trabalhando. Isso reflete nos poucos atendimentos.” Sobre a data de validade do concurso, que é até março de 2015, a direção do HU informou que, caso haja necessidade, o concurso terá sua validade renovada, como consta em edital.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Victor Costa