Dilma sanciona novas leis que criam mais de 2,4 mil vagas

Dilma sanciona novas leis que criam mais de 2,4 mil vagas

Segundo a lei, o impacto remuneratório mensal com a criação dos postos será de R$ 5.577.640,00.

A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta terça-feira (3/9) duas leis que juntas criam 2.422 cargos no poder Executivo federal. A primeira lei (12.856/2013) transforma 2.535 cargos vagos ? sendo 220 de médico da Funasa/MT, 715 agentes administrativos do TEM, 1.500 auxiliares de enfermagem do MS e 100 assistentes de administração também da Funasa/MT -, em 1.000 cargos da carreira de especialista em meio ambiente (800 para analistas ambiental do Ibama e 200 analistas administrativos para o Ibama e Instituto Chico Mendes), mediante ato do Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão. Segundo a lei, o impacto remuneratório mensal com a criação dos postos será de R$ 5.577.640,00.

Já a segunda lei (12.857/2013) cria 330 vagas para analistas de comércio exterior, 89 para analistas técnico-administrativos para a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), 93 cargos de técnico administrativo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), 260 cargos de agente administrativo para a Polícia Rodoviária Federal (PRF), 400 cargos de técnico administrativo para a carreira de especialista em meio ambiente, 100 de especialista em infraestrutura sênior, e 150 cargos de analista de infraestrutura.

Fonte: G1