Edital para concurso da ANTT para 135 vagas pode sair nos próximos dias

Remunerações variam de R$5.064,18 a R$10.323,20

Diante da oficialização do Cespe/UnB como organizador do concurso da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), cresce a expectativa pela divulgação do edital, que está previsto para sair nos próximos dias. A previsão inicial é de que sejam oferecidas 135 vagas em cargos dos níveis médio e superior, com remunerações que variam de R$5.064,18 a R$10.323,20, ganhos que vêm atraindo muitos interessados em participar da seleção. Detalhes como a distribuição das 135 vagas pelos estados, a taxa de inscrição e o cronograma ainda não foram divulgados.

No entanto, sabe-se, segundo o extrato de dispensa de licitação para a contratação do organizador, que as provas serão aplicadas em Brasília (DF), Boa Vista (RR), Rio Branco (AC) e Porto Velho (RO), o que reforça a ideia de que as oportunidades deverão ser limitadas a estas localidades. Quem concorrer a técnico administrativo contará com 10 vagas, e a técnico em regulação de serviços de transportes, 45. Ambos os cargos exigem nível médio. Já para os graduados, são 17 oportunidades para analista administrativo e 63 para especialista em regulação de serviços de transportes terrestres. Os rendimentos de técnico administrativo são de R$5.064,18. Já para técnico em regulação de serviços de transportes, R$5.288,98. Já os ganhos para o nível superior são de R$9.567,20 para analista administrativo e de R$10.323,20 para especialista em regulação de serviços de transportes terrestres.

Apesar das etapas do concurso ainda não terem sido divulgadas, os futuros candidatos podem estudar se baseando no conteúdo da última seleção da agência, ocorrida em 2008. Na ocasião, o processo seletivo contou com uma avaliação objetiva, para todos, além de uma redação para o nível médio e uma prova discursiva para os graduados. Quem concorreu às oportunidades de nível superior também teve os seus títulos avaliados. Houve curso de formação somente para o cargo de especialista em regulação de serviços de transportes terrestres.

Fonte: grupoimpactoweb