Empresa Gerencial de Projetos Navais abre prazo de concurso à 140 vagas

Vagas são para cursos de técnico e auxiliar de projetos navais

A Empresa Gerencial de Projetos Navais (Emgepron) abre nesta sexta-feira (24) as inscrições do concurso público para 140 vagas nos cursos técnicos para técnico de eletrônica, técnico em eletrotécnica, técnico em estruturas navais e técnico em mecânica da Escola Técnica do Arsenal de Marinha (Etam) e para o Curso de Qualificação Básica na Fábrica Almirante Jurandyr da Costa Muller de Campos (Fajcmc).

No site do "Diário Oficial da União", é possível ver o edital.

Após a conclusão e comprovação da aprovação nos cursos técnicos, os candidatos serão indicados para preenchimento de vagas no cargo de técnico de projetos navais da Emgepron, considerando essas especialidades. Ao final do Curso de Qualificação Básica e a comprovação da aprovação dos candidatos, serão indicados para provimento de vagas na Emgepron, no cargo de auxiliar de projetos navais, na especialidade de fabricação e montagem ou formação de cadastro reserva.

O salário-base a ser pago será de R$ 1.575 para técnicos de projetos navais e de R$ 898 para auxiliar de projetos navais.

Os candidatos devem possuir como escolaridade mínima o ensino médio completo para o cargo de técnico de projetos navais e ensino fundamental para o cargo de auxiliar de projetos navais.

Será fornecido diploma de técnico e de qualificação básica de nível fundamental a todos os alunos que, ao final do curso, forem aprovados e apresentarem certificado de conclusão do ensino médio para os alunos do curso técnico. As vagas são para a cidade do Rio de Janeiro.

O curso técnico não corresponde ao ensino médio e não dá o direito ao certificado de conclusão do ensino médio. Para se matricular no Curso Técnico, o candidato precisa apresentar comprovante de conclusão do 2º ano do Ensino Médio, devendo continuar cursando em paralelo ao Curso Técnico o Ensino Médio, necessitando apresentar para ser admitido pela Emgepron o certificado de conclusão do ensino médio.

Os cursos técnicos têm duração de 18 meses, no horário das 7h30 às 15h30, de segunda a sexta-feira. O Curso de Qualificação Básica para a Fajcmc tem duração de 4 meses, no horário das 8h às 15, de segunda a sexta. Serão oferecidos aos alunos alimentação (café da manhã e almoço); uniforme e Equipamento de Proteção Individual (EPI); seguro de acidentes pessoais; e atendimento médico e odontológico.

As inscrições serão realizadas no período de 24 de maio a 16 de junho pelo site http://www.seletrix.com.br. O valor da taxa de inscrição será de R$ 35.

A aplicação da prova objetiva está prevista para 30 de junho, no município do Rio de Janeiro.

Veja a descrição dos cargos:

Técnico em Eletrônica - É o profissional com formação técnica, de nível médio, possuidor de conhecimentos teóricos e práticos de eletricidade, eletrônica analógica e digital, eletrônica industrial, instrumentação, automação e informática que o capacitem a executar serviços de planejamento, projeto, produção, instalação e manutenção nas áreas comerciais, industriais e da indústria naval.

Técnico em Eletrotécnica - É o profissional com formação técnica, de nível médio, possuidor de conhecimentos teóricos e práticos que o capacitam a executar serviços nas áreas comercial e industrial, em concessionárias de energia elétrica, empresas de eletrificação, estaleiros e indústria naval, realizando manutenção preventiva e corretiva em máquinas, equipamentos e instalações elétricas, recuperação e aferição de aparelhos de medição, teste e calibragem de sensores, testes estáticos e dinâmicos em máquinas de corrente contínua e alternada, testes de alta tensão, reparo do comando elétrico de sistemas de refrigeração e ventilação, projetos elétricos de sistemas industriais, residenciais e navais.

Técnico em Estruturas Navais - É o profissional com formação técnica, de nível médio, possuidor de conhecimentos teóricos e práticos de fabricação e edificação estrutural, soldagem, corte, ensaios destrutivos e não-destrutivos, pintura e arquitetura naval, cálculo estrutural e informática que o capacitem a executar serviços de planejamento, projeto, produção e controle da qualidade nas áreas de construção e reparo naval, estruturas metálicas e embarcações "OffShore".

Técnico em Mecânica - É o profissional com formação técnica, de nível médio, possuidor de conhecimentos teóricos e práticos de mecânica, básicos de eletricidade, eletrônica e automação que o capacitem a executar serviços de manutenção, projeto, planejamento e controle da qualidade nas áreas petrolíferas, metalúrgica e naval.

Auxiliar de Projetos Navais na especialidade de Fabricação e Montagem - É o profissional com formação básica qualificada, de nível fundamental, possuidor de conhecimentos teóricos e práticos de desenho técnico, informática, metrologia, máquinas e ferramentas, segurança do trabalho e geometria e álgebra aplicada a problemas técnicos.

Fonte: G1