Estudar no ônibus, pela web, e fazer revisão? Veja dicas para concursos

Lia Salgado fala sobre as estratégias de estudo que funcionam

"Tenho aula duas vezes por semana (segunda e quarta-feira), estou fazendo um cursinho on-line e trabalho o dia todo. O que devo fazer? Quantas horas devo estudar para passar?", questiona a internauta Leticia Barichello.

Segundo Lia, não existe um número de horas determinado para estudar. O importante é ter um estudo de qualidade. "Se você mantiver a continuidade e o foco, aos poucos o conhecimento vai sendo acumulado", diz.

Assim, se a internauta só tiver aula na segunda e quarta-feira pode estudar terça, quinta e sexta-feira à noite (cerca de três horas, se possível). No sábado, a colunista indica dois turmos de três horas, um pela manhã e outro no período da tarde. O domingo pode ser reservado para descansar.

Caso o curso on-line for além das aulas de segunda e quarta-feira, Lia indica que a candidata assista às aulas no sábado de manhã e à tarde e estude terça, quarta e sexta-feira à noite.

"A boa notícia é que concurso não tem data certa para passar. Estude, que uma hora você estará pronta para ser aprovada", afirma Lia.

Quadro de estudos

O internauta Herlan Souza tem dúvidas sobre o quadro de estudos. Ele tem medo de perder o foco. "Indicam um quadro de horário para estudos, alternando as disciplinas, mas assim você não acredita que podemos perder o foco? Não seria indicado persistimos em uma só disciplina até conseguirmos absorvê-la?", pergunta.

A especialista explica que os concursos, mesmo os mais simples, cobram em torno de seis disciplinas ou muito mais, como o caso da Polícia Federal ou concursos para a área fiscal.

Para exemplificar, Lia utiliza a hipótese de o internauta estudar somente uma disciplina por 15 dias até sedimentá-la. "O que não é verdade, já que seria necessário ao menos um mês para ir ao fim da teoria e ter alguma segurança", ressalta.

Dessa forma, ele levaria três meses para voltar à primeira matéria e já teria esquecido muita coisa, segundo a especialista. "Porque o conhecimento novo se perde com facilidade quando não é constantemente praticado."

De acordo com Lia, a sugestão é que o candidato avance em todas as matérias para manter o contato com todas e não deixar nenhuma cair no esquecimento.

"Um bom exemplo é o caso da academia. Se a pessoa malhar somente um grupamento muscular até chegar ao ponto que deseja e depois passar a outro, o trabalho será perdido", exemplifica a especialista.

Estudo no ônibus

"Trabalho e sou mãe de duas crianças ainda pequenas, de 7 anos e 10 meses. Tenho nível superior, mas pretendo prestar concurso inicialmente para nível médio. Como fico cerca de três horas por dia dentro de ônibus para trabalhar, gostaria de saber se é possível aproveitar este tempo para estudar", pergunta a internauta Katia Assumpção.

"Você tem uma grande vantagem, que é gostar de ler e conseguir fazer isso no transporte. Então, você pode e deve aproveitar esse tempo para o estudo", diz Lia.

A sugestão da especialista é que a internauta faça a leitura da teoria e destaque os pontos mais importantes para depois preparar material para revisões. A candidata também pode resolver exercícios, principalmente os que não dependam de muita conta, já que não seria tão fácil fazer isso no ônibus.

"Resumindo, faça do ônibus a sua sala de estudos. Em casa, faça os exercícios que exijam cálculos e também prepare as fichas-resumo. Com três horas de estudo por dia já terá adiantado bastante coisa", finaliza a colunista.

Fonte: G1