Fernando Haddad (PT), autoriza criar 3.272 vagas para o setor de saúde

Desse total, 1.020 são para médicos, sendo 20 destinados ao Departamento de Saúde do Servidor (DESS) e as outras 1.000 à Secretaria Municipal de Saúde

O prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad (PT), autorizou, por meio do Diário Oficial do estado (página 10) de quinta-feira (24/10), 3.272 vagas para o setor de saúde do município. Desse total, 1.020 são para médicos, sendo 20 destinados ao Departamento de Saúde do Servidor (DESS) e as outras 1.000 à Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

O restante de chances, que totalizam 2.252, serão distribuídas da seguinte forma: enfermagem (404); farmácia (50); fisioterapia (50); fonoaudiologia (50); medicina veterinária (22); odontologia (200); psicologia (121); química (20); terapia ocupacional (50); técnico em enfermagem (150); técnico em farmácia (63); higiene dental (50); laboratório (50); prótese dentária (3); autópsia (2); consultório dentário (148); eletrocardiograma (3); eletroencefalografia (3); auxiliar de enfermagem (800); gasoterapia (10) e histologia/citologia (3).

Fonte: Correio Web