FHT fará concurso para mais médicos pediatras na capital

Como o último concurso para pediatras foi realizado em 2011, a Fundação está analisando a necessidade de cada um dos hospitais públicos do município

A Fundação Hospitalar empossou no início deste ano os últimos pediatras aprovados no último concurso realizado, para essa área. Mas os 16 profissionais chamados para ocupar suas funções ainda não foram suficientes para atender a demanda da capital. Por causa disso, um novo concurso público deverá ser realizado no segundo semestre desse ano. O último concurso público para pediatras foi realizado em 2011.

O número de vagas para o próximo concurso ainda não foi fechado, mas já se analisa a demanda em cada hospital da cidade para que seja descoberto esse déficit profissional. O presidente da Fundação Hospitalar de Teresina, Aderivaldo Andrade, informa que um novo concurso é necessário e será realizado. ?Temos carência de pediatras plantonistas 24 horas e de outros especialistas e o novo concurso vai resolver essa carência para garantirmos melhor atendimento à população?, diz.

Além da pediatria, várias outras áreas também terão vagas no certame.

Pacientes sofrem em filas de espera para o atendimento

O problema não atinge apenas quem busca os hospitais públicos da cidade. Quem usa o serviço particular também sofre os transtornos que vem como consequência dessa falta de profissionais. Hoje são comuns os agendamentos de consultas particulares e com isso a criança pode ficar na fila de espera até um mês.

A mãe Francisca Jane de Oliveira conta que precisou marcar uma consulta, com um pediatra, para sua filha de seis anos de idade, no dia primeiro deste mês, mas só conseguiu vaga para o dia 24 de junho.

?É muito complicado conseguir vaga em pediatra nos dias de hoje. Nunca consegui marcar para o mesmo dia e nem para a mesma semana. Sempre preciso agendar com muita antecedência?, reclamou.

Já Laryssa Carvalho, que usa tanto os serviços particulares quanto os públicos, conta que a espera é bastante parecida. ?Sempre temos que esperar quando vamos a um hospital público e quando procuro um particular é porque quero agilidade e estou pagando para isso. Mas isso não acontece. Sempre preciso ficar na fila de espera?, afirmou.

Fonte: Pollyana Carvalho