Fiocruz lança mais 12 editais com 131 vagas com salários de até R$ 4,6 mil

Já são 22 editais publicados pela fundação, que, ao todo, ofertam 384 oportunidades de nível superior.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), vinculada ao Ministério da Saúde, divulgou, nesta sexta-feira (31/1), doze novos editais que juntos ofertam 131 oportunidades para o cargo de pesquisador e tecnologista. Já são 22 editais publicados pela fundação, que, ao todo, ofertam 384 oportunidades de nível superior.

Seis editais abriram 52 vagas para pesquisador e na quarta-feira (29/1), outros quatro documentos de abertura ofertaram 201 vagas para técnico, tecnologista, especialista e analista. Conforme adiantado pelo CorreioWeb, a Fundação Dom Cintra é a banca organizadora.

Nos editais publicados hoje, podem participar graduados em farmácia, química, medicina, biomedicina, medicina veterinária, arquitetura e urbanismo, economia, sociologia, farmácia, química, engenharia química, conservação e restauração, belas artes, biblioteconomia, museologia, biologia, história, física, pedagogia, comunicação social, em tre outras - há cargos que exigem graduação em qualquer curso e outros que exigem mestrado.

Do total, são três vagas para o Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), 25 para a Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP), 11 vagas para o Centro de Pesquisas René Rachou (CPQRR), 10 para o Instituto Carlos Chagas (ICC), nove para o Centro de Pesquisas Leônidas e Maria Deane (CPQLMD), oito para a Fiocruz Rondônia, 10 vagas para a Casa de Oswaldo Cruz (COC), seis vagas para a Diretoria Regional de Brasília (Direb), 10 vagas para o Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas (IPEC), 35 vagas para o Instituti Oswaldo Cruz (IOC), 14 vagas para Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV), e seis para a presidência da Fiocruz.

Interessados em qualquer vaga aberta nos editais da Fiocruz poderão se inscrever de 5 a 24 de fevereiro, pelo site da banca organizadora. A taxa de participação varia de R$ 100 a R$ 250. O processo seletivo será feito por meio de prova objetiva; discursiva; prática; análise de título e currículo; e apresentação do projeto de atuação profissional e defesa de memorial - dependendo do cargo escolhido. A primeira para todos os postos fase está prevista para 30 de março.

As etapas do concurso serão feitas em Brasília/DF, Belo Horizonte/MG, Salvador/BA, Recife/PE, Fortaleza/CE, Rio de Janeiro/RJ, Campo Grande/MS, Curitiba/PR, Manaus/AM e Porto Velho/RO - dependendo do posto escolhido. Cinco por cento das vagas é reservada a pessoas com deficiência.

Fonte: concursos.correioweb