Gabarito do Enem sai ainda hoje

MEC também vai liberar site para estudantes pedirem correção invertida do Enem

O MEC (Ministério da Educação) afirmou nesta sexta-feira (12) que o gabarito do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) será divulgado ainda hoje até o final do dia. Junto com o gabarito, também será permitido o acesso a um site especial no portal do Inep (órgão ligado ao governo federal que organiza o Enem) em que os candidatos poderão pedir a correção invertida do gabarito caso tenham se sentido prejudicados com o problema no cabeçalho, ocorrido no primeiro dia do Enem.

O Presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, desembargador Luiz Alberto Gurgel de Faria, suspendeu, na manhã de hoje, a liminar concedida pela Justiça Federal no Ceará que suspendeu a divulgação do gabarito do Enem (Exame Nacional de Ensino Médio), realizado no último fim de semana ? dias 6 e 7 de novembro.

Na decisão, o desembargador ressaltou que a suspensão da prova, que foi feita por mais de 3 milhões de estudantes, traria transtornos para todos - organizadores, universidades e candidatos ao exame.

A reaplicação do exame também atrasaria a divulgação dos resultados do Enem e afetaria os vestibulares promovidos pelas instituições de ensino superior que utilizam o exame como parte do processo seletivo.

Um levantamento feito pelo R7 informa que pelo menos 25 vestibulares coincidiriam com as possíveis datas de reaplicação da prova ? dias 27 e 28 de novembro ou 4 e 5 de dezembro.

No primeiro dia do Enem deste ano, em 6 de novembro, foram notados dois problemas com a prova. Todos os cartões de resposta apresentavam o cabeçalho invertido. Onde deveria estar escrito ciências humanas, nas primeiras 45 questões das 90 cobradas na prova, lia-se ciências da natureza e vice-versa. Além disso, cerca de 2.000 cadernos do tipo amarelo foram impressos com questões duplicadas e páginas em branco. o Enem é dividido em quatro cores diferentes (amarelo, azul, rosa e branco) para diminuir a chance de fraude.

Hoje pela manhã, os ministros da AGU (Advocacia Geral da União), Luís Adams, e da Educação, Fernando Haddad se encontraram com o desembargador Faria e realizam coletiva no prédio do TRF. Haddad comentará a liberação do Enem e as medidas a serem tomadas em relação aos prejudicados.

Em nota à imprensa, o Ministério Público do Ceará, que entrou na Justiça com o pedido de liminar, afirmou que também pediu uma audiência com o desembargador do TRF. Na notificação, o MPF diz que exige igualdade de partes já que o MEC e AGU tiveram direito a uma audiência.

Fonte: R7, www.r7.com