Inscritos no ProUni batem recorde: são mais de 1 milhão

Resultado da primeira chamada será divulgado nesta sexta-feira (28).

Segundo balanço divulgado pelo Ministério da Educação, o Programa Universidade para Todos (ProUni) registrou 1.048.631 estudantes inscritos para as 123.170 bolsas de estudo oferecidas em cerca de 1.500 instituições de ensino superior. As inscrições foram abertas na sexta-feira (21) e terminaram às 23h59 desta terça.

O número, segundo o Ministério da Educação, representa um recorde no total de inscritos desde a criação do ProUni, em 2004. No ano passado, o programa teve 822.254 candidatos para 165 mil bolsas - até então a maior marca.

O resultado em primeira chamada será divulgado na sexta-feira, 28, na página eletrônica do programa. Até 4 de fevereiro, o candidato pré-selecionado deve comparecer à instituição de ensino na qual foi aprovado para confirmar as informações declaradas na inscrição e fazer a matrícula.

Após esse prazo, caso ainda haja bolsas disponíveis, será feita uma segunda chamada de candidatos, em 11 de fevereiro.

Para concorrer às bolsas, os candidatos precisavam ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2010, ter atingido no mínimo 400 pontos na média das cinco notas do exame (ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias, e a redação) e ter nota superior a zero na redação.

Duas etapas

Nesse processo, serão realizadas duas etapas de inscrição, segundo o MEC. As etapas são independentes, ou seja, o candidato que não for pré-selecionado na primeira terá nova chance de se candidatar, inscrevendo-se novamente.

O candidato pré-selecionado na primeira etapa não poderá se inscrever na segunda etapa do processo seletivo, exceto nos casos em que tiver sido pré-selecionado em curso em que não houve formação de turma. Em cada etapa, o estudante poderá escolher até três opções de curso e instituição.

As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet no site do programa. Para fazer a inscrição, os candidatos deverão informar o número de inscrição e senha no Enem 2010, além de CPF.

A cada etapa de inscrição, serão realizadas duas chamadas subsequentes. O resultado, com a relação dos candidatos pré-selecionados na primeira chamada, será divulgado em 28 de janeiro. Esses estudantes deverão comprovar suas informações nas instituições de ensino até 4 de fevereiro. Caso ainda existam vagas disponíveis, será realizada uma nova chamada, em 11 de fevereiro, com prazo para comprovação dos documentos até 17 de fevereiro.

Entre os dias 21 e 24 de fevereiro acontece a segunda etapa de inscrições, com resultado a ser divulgado em 27 de fevereiro. Nessa etapa, a comprovação dos documentos necessários deverá ser feita até 4 de março. No caso de ainda existirem vagas disponíveis, uma segunda chamada será feita no dia 13 de março.

Podem se candidatar às bolsas integrais estudantes com renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais são destinadas a candidatos com renda familiar de até três salários mínimos por pessoa. Além de ter feito o Enem 2010 e ter alcançado a pontuação mínima, o candidato deve ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou em escola particular na condição de bolsista integral.

Professores da rede pública de ensino básico, que concorrem à bolsa em curso de licenciatura, normal superior ou pedagogia, não precisam cumprir o critério de renda, desde que estejam em efetivo exercício e integrem o quadro permanente da escola.

Fonte: g1, www.g1.com.br