Jucesp/SP aguarda autorização para fazer concurso com 110 vagas

Para concorrer a uma das vagas, basta possuir ensino médio

A Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp) aguarda autorização do governador Geraldo Alckmin para realizar seu concurso público, com um total de 110 vagas para o cargo de técnico em processamento de registros financeiros.

Para concorrer, basta possuir ensino médio, com remuneração inicial de R$ 2.500. O cargo conta com três graus e três padrões de referência. Ainda no primeiro grau, os valores posteriores são de R$ 2.687,50 e R$ 2.889,06. No segundo grau, os valores dos três padrões serão de R$ 3.000, R$ 3.225 e R$ 3.466,88. Por fim, no terceiro: R$ 3.600, R$ 3.870 e R$ 4.160,25.

Além disso, como benefícios, a autarquia oferece 13º salário, acréscimo de 1/3 do salário de férias, diárias, complementação pro labore para servidores que passarem a ocupar cargos de chefia e quinquênio, que corresponde a um aumento de 5% no salário a cada cinco anos.

A solicitação para a realização do concurso foi encaminhada, no final do ano passado, para a Secretaria Estadual de Gestão Pública (SGP/SP), com o objetivo de iniciar o certame ainda em 2015.

Porém, em decorrência do momento de restrição de gastos pelo qual o governo do estado vem passando, a liberação governamental ainda não ocorreu. De qualquer forma, a intenção de contratar os servidores existe, ainda que o certame possa ser adiado para 2016.De acordo com a lei complementar 1.187, de setembro de 2012, que transforma a Jucesp em autarquia, as atribuições da carreira correspondem a executar atividades de apoio técnico e administrativo de rotina, no processo de registro do comércio e de atendimento e orientação ao público, além de executar atividades de apoio relacionadas à administração e gestão da Jucesp.

O pedido para o concurso não supre o total de vagas criadas com a reestruturação da Jucesp, que é 360 oportunidades. Destas, a lei cria 219 para técnicos, o que supera em 109 o número solicitado. Com isto, é possível que muitas outras sejam preenchidas por remanescentes, nos próximos anos, durante a validade do certame.Além disso, a junta conta com mais 141 vagas criadas para cargos de nível superior, que deverão ser supridas por concurso, ainda sem previsão.

Destas, 101 são para a carreira de analista em processos de registros públicos e 40 para especialista em tecnologia e processos. Os iniciais são de R$ 5.000 para analistas e R$ 6.500 para especialista.Para concorrer a analista é necessário possuir curso de nível superior em qualquer área e para especialistas, formação em administração de empresas, ciências contábeis, engenharia de sistemas, engenharia da computação, ciências da computação, sistemas de informação e tecnologia da informação.

Além disso, para especialista, a lei determina que o candidato deve possuir experiência mínima de dois anos na respectiva área.O último concurso da Junta Comercial ocorreu em 1999, quando foram oferecidas oportunidades para o cargo de tradutor juramentado, para o qual ainda não há previsão de novo certame.

Fonte: JC Concursos