MEC divulga nota dos cursos superiores no Enade de 2012

MEC divulga nota dos cursos superiores no Enade de 2012

Em 2009, quando foram avaliados os mesmos cursos, o percentual que apresentou nota insatisfatória foi 24,9%.

O Ministério da Educação (MEC), por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), disponibilizou por volta das 17h desta segunda-feira os resultados dos cursos de graduação no Exame Nacional de Desempenho Estudantil (Enade), edição de 2012. Pelo menos 70% dos cursos obtiveram conceito satisfatório(superior a 3, em uma escala que vai até 5) e outros 30% tiveram conceitos 1 e 2, considerados insuficientes. Em 2009, quando foram avaliados os mesmos cursos, o percentual que apresentou nota insatisfatória foi 24,9%.

Em 2012, foram avaliados, por meio do Enade, 7.228 cursos das áreas de ciências sociais aplicadas, ciências humanas e os eixos tecnológicos de gestão de negócios, apoio escolar, hospitalidade e lazer, produção cultural e design. Para o conceito, no entanto, foram consideradas 6.306 unidades de cálculo, já que uma mesma instituição pode ter mais de um curso na mesma área.

O Conceito Enade é um dos indicadores de qualidade da educação superior brasileira e corresponde a cerca de 70% da composição do Conceito Preliminar de Curso (CPC), que, segundo o MEC, será divulgado no final deste mês. Para calcular o CPC, a pasta também considera a infraestrutura e a equipe de profissionais de educação. A comparação foi feita com os dados de 2009, porque um mesmo grupo de cursos é avaliado a cada três anos.

"O sistema avançou em direção à qualidade, mas ainda temos uma parcela de cerca de 30% com notas 1 e 2, que são insuficientes. Na avaliação dos cursos especificamente, daqui a um mês, aqueles que tiraram nota 1 e 2 poderão ter os vestibulares suspensos. Nós vamos continuar com o mesmo rigor, porque queremos expandir o sistema, mas tem que expandir com qualidade", disse o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, em entrevista coletiva pela manhã.

Mercadante também destacou que as universidades públicas continuam com desempenho melhor no Enade do que as instituições privadas. Enquanto entre as públicas, 17% obtiveram nota máxima em 2012, tendo saltado de 4,3% em 2009; apenas 3,5% das universidades privadas tiveram nota 5 no ano passado, sendo que em 2009 0,4% delas conquistaram o patamar.

Fonte: Terra