Ministério da Fazenda oferece 255 vagas a partir de segunda, dia 14

Além do Distrito Federal, as provas objetivas serão aplicadas em todas as capitais estaduais

Começam segunda-feira, dia 14, as inscrições do concurso da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), vinculada ao Ministério da Fazenda, que visa ao preenchimento de 255 vagas de analista de finanças e controle (AFC), com exigência de nível superior em qualquer área. Além do Distrito Federal, as provas objetivas serão aplicadas em todas as capitais estaduais. As inscrições serão realizadas na página eletrônica da Escola de Administração Fazendária (Esaf), organizadora da seleção, a partir das 10h do dia 14, até as as 23h59 do dia 28 de janeiro. Para quem não tem acesso à internet, a organizadora disponibiliza diversos postos de inscrição onde há computadores disponíveis para os candidatos.

Após preencher o pedido de inscrição, o candidato deverá imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU), para pagamento da taxa, de R$120, em qualquer agência bancária, até o dia 13 de fevereiro. A isenção poderá ser solicitada pelos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) que sejam membros de família de baixa renda, por meio de formulário disponível no site da organizadora, no mesmo período das inscrições. Embora as vagas sejam para Brasília, o concurso atrai também o interesse de candidatos de outros estados, em virtude principalmente da boa remuneração, de R$13.334 (incluindo o auxílio-alimentação, de R$373), e pela possibilidade de conquistar um emprego com estabilidade, já que a contratação ocorrerá pelo regime estatutário.

Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas, previstas para o dia 24 de março, compostas por questões de de Conhecimentos Gerais - Língua Portuguesa, Língua Estrangeira (Espanhol ou Inglês), Direito Administrativo e Constitucional, Raciocínio Lógico-Quantitativo, Estatística, Finanças Públicas e Administração Pública - e Conhecimentos Específicos, que variam de acordo com a área de atuação. Os que atingirem os critérios de aprovação (conforme subitem 12.1 do edital) e estiverem entre os 1.850 primeiros classificados (incluindo os empates), de acordo com o limite fixado por área de conhecimento (subitem 10.1), serão convocados para as provas discursivas. (em data a ser definida), que versará sobre o desenvolvimento de uma dissertação com o mínimo de 40 linhas e o máximo de 60 linhas, além de três questões discursiva, em um mínimo de 15 linhas e máximo de 30 linhas.

O tema da dissertação e das questões da prova poderão versar sobre Contabilidade Geral e Avançada e/ou Contabilidade de Custos e Gerencial, Administração e/ou Gestão de Pessoas nas organizações, Economia do Setor Público e/ou Macroeconomia e/ou Microeconomia, Análise de Negócio e/ou Governança de TI e Segurança da Informação e/ou Banco de Dados, de acordo com a área.

Serviço

Inscrições: www.esaf.fazenda.gov.br

Fonte: Folha Dirigida