Ministro: concurso dos Correios será em janeiro ou fevereiro

"Uma coisa simples, mas importante, é o concurso para admissão de servidores, disse ele

O concurso para contratação de 10 mil servidores para a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos deverá ser feito até fevereiro, disse neste sábado o novo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

"Uma coisa simples, mas importante, é o concurso para admissão de servidores. Precisamos de 10 mil novos servidores para todas as aéreas. O concurso foi contestado pelo Ministério Público pela forma como ele foi elaborado e vamos fazer (um novo) a partir de janeiro, fevereiro, no máximo".

Durante cerimônia de posse da presidenta Dilma Rousseff, Bernardo reconheceu falhas nas últimas gestões dos Correios e disse que pretende atuar para superar entraves na empresa como as licitações para o transporte aéreo de correspondência e os problemas jurídicos envolvendo franquias.

"Com certeza houve falhas (nas gestões anteriores). Temos ali falhas que vamos tratar de resolver. A cobrança que a presidenta Dilma nos passou foi de que eles fossem enfrentados e resolvidos com rapidez".

"A nova diretoria toma posse na segunda-feira e tem grandes problemas a serem resolvidos como a licitação das franquias. São 1,4 mil lojas franqueadas no Brasil inteiro, com um litígio grande e vamos tentar pacificar isso de uma vez por todas".

Fonte: Terra, www.terra.com.br