Nucepe divulga gabarito de processo seletivo da Fundação de Saúde

A prova escrita ocorreu no último domingo (11).

Foi divulgado hoje (13), no site do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos da Universidade Estadual do Piauí (NUCEPE) o gabarito relativo à primeira fase do processo seletivo de substituição da Fundação Municipal de Saúde (FMS). A prova escrita ocorreu no último domingo (11).

Image title


Um total de 3.614 candidatos se inscreveu para o processo seletivo, que está dividido em duas etapas. A taxa de faltosos na prova objetiva foi de 10,51%, o que corresponde a 382 faltosos. A primeira etapa foi uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. A segunda será uma avaliação curricular de caráter classificatório, tendo como objetivo valorizar a formação acadêmica e a experiência profissional. O gabarito da prova objetiva está disponível no endereço http://nucepe.uespi.br/fms2015.php

 O diretor de recursos humanos da FMS, Nonato Moura, informa que houve uma alteração na data de proposição de recursos contra questões e gabarito da prova objetiva. “Como a UESPI estará fechada no dia 15, devido ao feriado do dia do professor, o prazo foi alterado para os dias 14 e 16 de outubro. Esta mudança não causará alterações no resto do cronograma já estabelecido”, afirma ele.

Estão sendo ofertadas 66 vagas, sendo 18 vagas para o cargo de Assistente Técnico de Saúde nas especialidades de Técnico em Enfermagem (10 vagas), Auxiliar de Saúde Bucal (08 vagas) e 48 vagas para o cargo de Técnico de Nível Superior nas especialidades de Odontólogo ESF (08 vagas), Enfermeiro ESF (10 vagas) e Médico ESF (30 vagas).

O resultado final da seleção está previsto para ser divulgado no dia 30 de novembro. “Os profissionais selecionados no processo seletivo irão atuar na atenção básica municipal. Estas vagas são para cargos temporários, em caráter de substituição de profissionais que se encontram em licença por mais de 30 dias. Os candidatos aprovados serão lotados em Teresina, de acordo com as necessidades da FMS”, explica Francisco Pádua, presidente da FMS.

 

Fonte: Assessoria