Planejamento autoriza mais de 2,1 mil vagas para concurso em 4 ministérios

Os salários podem chegar a R$ 8,8 mil. As autorizações foram publicadas a partir da página 80 da primeira seção.

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) autorizou, nesta sexta-feira (27/9), por meio do Diário Oficial da União, a realização de oito concursos públicos para quatro ministérios, totalizando 2.105 vagas. As oportunidades serão para os ministérios do Trabalho e Emprego (MTE), Cultura (MinC), Educação (MEC) e Ciência e Tecnologia (MCTI). Os salários podem chegar a R$ 8,8 mil. As autorizações foram publicadas a partir da página 80 da primeira seção.

A primeira portaria é para a Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro), vinculada ao MTE, que oferecerá 30 vagas para assistente em ciência e tecnologia (salário de R$ 2.702,11 a R$ 4.431,69). O segundo é para o próprio MTE, com 415 oportunidades para agente administrativo (inicial: R$ 2.570,02) e 35 de contador (inicial: R$ 3.980,02). Já o terceiro é para a Fundação Biblioteca Nacional (FBN), vinculada ao MinC, que abrirá concurso com 40 chances, sendo 20 de bibliotecário e 20 de técnico em documentação (para os dois, o salário inicial é de R$ 3.980, 62).

Na quarta portaria, o Planejamento autorizou 86 chances para a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), autarquia federal vinculada ao MCTI, sendo 18 de analista em ciência e tecnologia (R$ 4.908,53 a R$ 8.843,76), 38 para tecnologista (R$ 4.908,53 a R$ 8.843,76), 20 de assistente em ciência e tecnologia (2.702,11 a R$ 4.431,69) e 10 para técnico (2.702,11 a R$ 4.431,69).

O quinto concurso será realizado na Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres), do MEC, e terá 60 vagas temporárias para nível superior em ciências contábeis, economia, informática e em qualquer curso superior com registro profissional. A duração do contrato deverá ser divulgada no edital de abertura.

A sexta e última autorização do Planejamento é para três institutos vinculados ao MEC: o Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet/MG) realizará seleção com 1.248 vagas aos cargos de técnico-administrativo em educação (Classes C, D e E - R$ 1.912,99 a R$ 3.138,70) e professor de carreira de educação básica (R$ 3.967,57 a R$ 8.422,77); já o Instituto Nacional de Educação dos Surdos (Ines) terá 114 chances para os mesmos cargos (e salários); e o Instituto Benjamin Constant oferecerá 77 oportunidades de professor de educação básica e técnico-administrativo (Classe C ? com os mesmos salários do Cefet/MG e Ines).

O prazo para divulgação dos editais dos oito concursos autorizados nesta sexta-feira é de até seis meses, a contar da data de publicação, ou seja, até março de 2014. De acordo com as portarias, o provimento dos cargos estará condicionado à existência de vagas na data da nomeação. Os salários divulgados são de acordo com o MPOG.

Fonte: Correio Web