Planejamento autoriza nomeações de aprovados para o Ministério da Pesca

O provimento contempla 20 vagas para analista técnico-administrativo (nível superior), 15 engenheiro (nível superior) e 15 para agente administrativo

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) autorizou, nesta quinta-feira (26/6), a nomeação de 50 candidatos aprovados no concurso do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA). O provimento contempla 20 vagas para analista técnico-administrativo (nível superior), 15 para engenheiro (nível superior) e 15 para agente administrativo (nível médio). A publicação foi feita no Diário Oficial da União.

A seleção ofertou, ao todo, 100 vagas, com salários que variam de R$ 2.131,43 a R$ 3.156,55 para uma jornada de trabalho de 40 horas por semana. Quem concluiu o ensino médio disputou 30 vagas no cargo de agente administrativo. Já aqueles que concluíram o nível superior concorreram a 70 chances para os cargos de analista técnico administrativo e engenheiro.

A Fundação Euclides da Cunha (FEC) foi a empresa responsável pela organização da seleção. As avaliações para as funções de nível superior e nível médio foram aplicadas nos dias 12 e 13 de junho de 2010, respectivamente, nas capitais do Distrito Federal e dos 26 estados do Brasil.

Fonte: CorreioWeb