SEDF faz primeiras alterações em edital do concurso com 6.500 vagas

Entre as alterações feitas, a publicação esclarece que os locais e o horário de aplicação da prova objetiva serão publicados na data provável de 4/09

A Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) divulgou, por meio do Diário Oficial local, diversas retificações no edital de abertura do processo seletivo simplificado para formação de banco de reservas de docentes com 6.500 vagas. Entre as alterações feitas, a publicação esclarece que os locais e o horário de aplicação da prova objetiva serão publicados na data provável de 4 de setembro, e não em 29 de maio como inicialmente informado. Além disso, houve alterações no conteúdo programático e na redação de diversos itens do edital.

A publicação pode ser conferida no Diário Oficial da União, na página 60. O Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades) é a banca organizadora. Há chances para graduados em artes, biologia, biomedicina, administração, contabilidade, educação física, entre outros. Segundo o edital, a remuneração será calculada com base nas horas-aula realizadas no mês. A jornada de trabalho varia de 8h e 40h semanais.

Aprovados atuarão na educação infantil, ensino fundamental, ensino médio, educação de jovens e adultos e educação profissional, nas regiões de Brazlândia, Ceilândia, Gama, Guará, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Planaltina, Plano Piloto, entre outros.

As inscrições poderão ser feitas entre os dias 12 de junho e 8 de julho, pelo site da banca organizadora. A taxa de participação é de R$ 36. A seleção será feita em duas etapas, sendo a primeira aplicação de prova objetiva, seguida de avaliação de títulos. A data provável de realização da primeira fase é dia 21 de setembro. O processo é válido por um ano, a contar da homologação, mas poder ser prorrogado por igual período.

Fonte: CorreioWeb