Senado federal prevê possibilidade de convocações para o ano de 2014; leia

Economia do Senado poderá viabilizar nomeações de aprovados no último certame da Casa, realizado em 2012. Preocupação de Calheiros é com o "gigantismo

Boa notícia para os participantes do último Concurso Senado Federal. No final de 2013, durante avaliação da gestão, o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), destacou que, em razão da economia realizada pela Casa ao longo do ano, o Senado terá condições de chamar novos concursados e fazer investimentos em sua estrutura. Apesar de admitir que haverá condições para nomeação de novos servidores, Renan disse que há um compromisso da Mesa do Senado de evitar o ?gigantismo?.

- O Senado não está obrigado a nomear na medida e na velocidade das aposentadorias, não. O problema é o gigantismo ? declarou.

No discurso, Renan informou que, com o programa de racionalização interna desenvolvido pela Comissão Diretora, o Senado economizou R$ 275 milhões neste ano. A possibilidade de nomeação de aprovados no último concurso do Senado recebeu o apoio dos senadores Gim (PTB-DF) e Rodrigo Rollemberg (PSB-DF). Gim lembrou que o concurso do Senado é um dos mais difíceis do país e disse apoiar as nomeações ?o mais breve possível?. Rollemberg considera importante o Senado contar com ?gente nova, qualificada e competente? para suprir a Casa de todas as suas necessidades.

- Os aprovados no último concurso público certamente darão uma contribuição inestimável para que o Senado possa cumprir sua missão constitucional ? declarou Rollemberg.

As provas do último concurso do Senado foram realizadas em março de 2012 e a homologação para os cargos de Técnico, Analista e Consultor foi divulgada em julho do mesmo ano. Em abril de 2013, o Senado decidiu suspender as nomeações por 180 dias ? prazo já vencido. No final de junho de 2013, a Comissão Diretora do Senado decidiu prorrogar o certame por mais um ano, respeitadas as datas de homologação de cada categoria.

Com informações da Agência Senado

Fonte: Concursos no Brasil