STJ abrirá inscrições para programa de estágio remunerado com bolsas

As bolsas têm o valor de R$ 800

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) abriu programa de estágio para estudantes de nível superior para estágio remunerado na Corte. O estágio terá duração de 20 horas semanais, de segunda a sexta-feira, e as bolsas têm o valor de R$ 800.

Podem participar da seleção universitários dos cursos de arquivologia, biblioteconomia, comunicação social (relações públicas) e desenho industrial/design gráfico.

O processo seletivo será executado pelo Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee) e se destina à formação de cadastro de reserva. Do total das bolsas oferecidas, 10% serão reservadas a estudantes com deficiência.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas de 17 a 23 de maio, por meio de mensagem enviada ao endereço eletrônico [email protected]

A mensagem eletrônica deve indicar como assunto ?Processo Seletivo Simplificado de Estagiários STJ? e conter nome completo, número do CPF, número do RG, curso, semestre, faculdade e horário de aula. Os candidatos devem aguardar mensagem eletrônica do CIEE com a confirmação da inscrição.

Para concorrer a uma vaga, o estudante deve estar regularmente matriculado em instituições de ensino localizadas no Distrito Federal ou nos municípios de Abadiânia, Água Fria de Goiás, Águas Lindas, Alexânia, Cabeceiras, Cidade Ocidental, Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Cristalina, Formosa, Luziânia, Mimoso de Goiás, Novo Gama, Padre Bernardo, Pirenópolis, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso e Vila Boa, no estado de Goiás, e de Unaí e Buritis, em Minas Gerais.

As provas serão realizadas no dia 27 de maio, às 14h, na unidade do Ciee do Sudoeste (EQSW 304/504, lote 2, edifício Atrium). O resultado do processo seletivo será divulgado até o dia 4 de junho nas unidades do CIEE, e até o dia 10 de junho no site www.ciee.org.br.

Os aprovados serão convocados à medida que surgirem vagas, respeitando-se a ordem de classificação. O processo seletivo terá validade até 31 de dezembro deste ano e poderá ser prorrogado por sucessivos períodos até 31 de dezembro de 2014.

Fonte: G1