TCU abre inscrições de concurso com 29 vagas e salário de R$ 12 mil reais

TCU abre inscrições de concurso com 29 vagas e salário de R$ 12 mil

Foi dada a largada nesta segunda-feira (19/8) para quem deseja ingressar no Tribunal de Contas da União (TCU). De acordo com o edital de abertura, são oferecidas 29 vagas para o cargo de auditor federal de controle externo. Deste total, uma é reservada aos candidatos com deficiência. O salário ofertado é de R$ 12.076,90, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB) é a banca organizadora do certame.

As inscrições poderão ser feitas até o dia 3 de setembro, pelo site da banca. A taxa de participação é R$ 120. Para participar do processo seletivo é necessário possuir diploma de conclusão de nível superior ou habilitação legal equivalente em qualquer área de formação.

O concurso terá duas etapas, sendo a primeira composta por provas objetivas e provas discursivas e a segunda pelo programa de formação, a ser realizado em Brasília/DF. Somente aprovados na primeira etapa participarão do programa. As provas, previstas para o dia 13 de outubro, serão realizadas nas capitais dos estados para os quais se destinam as vagas do concurso: Brasília/DF, Macapá/AP, Manaus/AM, Cuiabá/MT, Belém/PA e Porto Velho/RO.

As provas objetivas serão compostas por 100 questões de conhecimentos básicos e 100 de conhecimentos específicos. Ao todo, a prova valerá 200 pontos. O exame será composto por itens para marcação de "certo" ou "errado", com pontuação equivalente a um ponto para cada item. Desta forma, caso o candidato acerte um item terá um ponto positivo, caso erre terá um ponto negativo. Já as provas discursivas valerão 100 pontos e serão compostas por duas questões dissertativas. A primeira deverá ser respondida em até 50 linhas, acerca de conhecimentos básicos e a segunda, em até 20 linhas, sobre conhecimentos específicos.

Serão cobradas dentro de conhecimentos básicos as seguintes matérias: língua portuguesa, atualidades, língua inglesa, matemática financeira, direitos constitucional, direito administrativo, direitos civil, direito processual civil e direito penal. Já na parte de conhecimentos específicos serão abordados: controle externo, noções de economia do setor público e da regulação, contabilidade, administração financeira e orçamentária, administração pública e auditoria governamental.

Fonte: Correio Web