Tem um chefe difícil de lidar? Confira dicas para melhorar sua convivência

Profissionais devem procurar alternativas e não discutir por qualquer motivo

Pense no emprego que você menos gostava. Existe uma grande probabilidade do seu chefe ter sido parcialmente culpado por isso. Maus gestores são a razão número um para as pessoas deixarem os seus empregos.

Segundo Jen Hubley Luckwaldt, consultora do site de carreiras do PayScale, os profissionais que não podem se demitir ou mudar de carreira, precisam descobrir maneiras de tornar a situação mais tolerável para conviver com o chefe. Veja as dicas:

1 - Procure alternativas

Se o chefe é uma pessoa que grita por qualquer motivo, uma boa opção é descobrir o que o faz ficar assim e evitar essas situações ou atitudes. Mas, isso não quer dizer que o funcionário tenha responsabilidade de gerenciar o mau comportamento do gestor.

"A única forma de lidar com um chefe abusivo é não levar isso para o lado pessoal o fato de que ele perde o controle regularmente", afirmou o especialista Robert C. Pozen. "O comportamento inaceitável do chefe não tem nada a ver com o empregado. Isso tem a ver com os próprios problemas dele, que os funcionários não podem resolver."

Mesmo assim, é possível tornar a vida mais fácil evitando comportamentos que podem servir como desculpa para o chefe gritar. Se o atraso é um problema, por exemplo, o funcionário pode chegar mais cedo.

Mas, se o seu chefe gosta de jogar o jogo da culpa por coisas que estão além de seu, ou de qualquer ser humano, controle, talvez seja necessário ter uma conversa séria com o gestor.

2 - Não se preocupe com coisas pequenas

É importante não entrar em discussão por coisas pequenas. O funcionário deve fazer de tudo para se certificar que sua autoestima não tenha relação com um chefe que não ofereça nenhum tipo de apoio.

Praticar afirmações diárias e manter outras atividades podem ser boas alternativas. Acima de tudo, é necessário prestar atenção as próprias declarações e afirmações.

3 - Saiba quando envolver o RH

Não agravar o problema é importante, mas se o trabalhador já tentou contornar a situação e as coisas ainda continuam terríveis, talvez seja a hora de trazer a atenção de outra pessoa para o caso. Mas, os profissionais devem saber que neste momento estão ultrapassando um limite e que não será possível voltar atrás.

Os profissionais devem lembrar que o seu atual chefe pode nunca se esquecer dele, então é preciso ter certeza de que outras alternativas não tiveram sucesso antes de envolver o setor de RH.

Fonte: G1