Homem faz denúncia de fraude no concurso da PM-PI

Homem faz denúncia de fraude no concurso da PM-PI

As investigações estão sob a responsabilidade do Ministério Público

Uma pessoa ligada ao tráfico de drogas da zona sudeste de Teresina teria passado o gabarito da prova objetiva do concurso da Polícia Militar (PM) para, pelo menos, cinco candidatos, antes da realização da prova. A denúncia foi feita por um homem que não quis ser identificado por medo de retaliação.

O concurso aconteceu em fevereiro de 2014 com a participação de 30.506 candidatos. ?Um amigo meu disse que conhecia uma pessoa que morava no Dirceu e que ela estava espalhando para todo o bairro que já estava passada, isso antes do concurso. Foi passado para mais quatro amigos, a informação foi que eles receberam essa prova na noite anterior à aplicação da prova?, disse o denunciante.

O caso chegou ao Ministério Público, que irá solicitar a abertura de inquérito policial. A promotora de Justiça, Clotildes Carvalho, considera que o caso é gravíssimo e que o concurso pode ser anulado se confirmadas as provas. ?Eu vou distribuir os feitos para algumas promotorias criminais para que as providências sejam tomadas. É necessário o pedido de abertura de inquérito policial porque é muito grave; as regras do edital têm que ser respeitadas. Consta também que esse gabarito foi passado dois dias antes da realização da prova.?

Caso a denúncia se confirme, o concurso da Polícia Militar pode ser anulado. ?Se tivermos provas suficientes o concurso pode ser anulado, se não, o concurso prosseguirá. Essa denúncia é muito grave, essa pessoa veio pessoalmente ao Ministério Público e se dirigiu ao promotor Dr. Raulino Neto. Foi dele que recebemos a documentação e nós já tomamos providência!?, conclui.

Fonte: Denison Duarte