TJ do Piauí divulga resultado preliminar e gabarito de concurso

Divulgação é feita após investigação da polícia sobre fraude

A Fundação Getúlio Vargas divulgou nesta quarta-feira (30) o gabarito oficial e o resultado preliminar da prova objetiva do concurso do Tribunal de Justiça do Piauí.

A consulta do resultado definitivo da prova também pode ser feita de forma individual. Basta que para isso o candidato digite o seu CPF.

O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, o desembargador Raimundo Eufrásio Filho, informou em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (30), que não será anulado concurso público para servidores da instituição, realizado em dezembro do ano passado, do qual 42 mil pessoas se inscreveram e 38 mil fizeram as provas.

“Após análise percuciente das provas produzidas pela polícia civil, em conjunto com a FGV, esta presidência entendeu pelo prosseguimento do concurso, autorizando a FGV a publicar o resultado preliminar, eliminando todos os candidatos que foram indiciados no inquérito policial ou que estejam sendo investigados em processo autônomo, em termo dos subitens 15.26 do edital de abertura do certame”, declarou o desembargador Raimundo Eufrásio Filho.

Ele disse que o concurso foi realizado no dia 20 de dezembro e os candidatos aprovados para as 180 vagas irão receber salário médio de R$ 7 mil mensais. Ele declarou ainda que o inquérito policial resultou em sete volumes e nele não há nenhum elemento para anular o concurso, porque todos os envolvidos foram, de uma forma ou de outra, identificados e não serão beneficiados com isso.

Uma série de candidatos pretende ingressar na justiça solicitando anulação do concurso, argumentado que a tentativa de fraude poderá beneficiar as pessoas que obtiveram ilegalmente o gabarito.

O desembargador afirmou que 60 pessoas foram indiciadas no inquérito, sendo que 50 estavam participando do certame.

Resultado preliminar da Prova Escrita Objetiva. CLIQUE AQUI

Gabarito Oficial Definitivo. CLIQUE AQUI

Presidente do TJ durante coletiva de imprensa  (Crédito: Efrém Ribeiro )
Presidente do TJ durante coletiva de imprensa (Crédito: Efrém Ribeiro )



Fonte: Portal Meio Norte/ Jornal Online