Tribunal do Trabalho de SP confirma concurso no 1º semestre do ano

A validade do concurso anterior, realizado em 2008 e que já teve seu prazo prorrogado, expirou na última segunda-feira (18).

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT da 2ªregião), sediado na capital paulista, confirmou em sessão administrativa ordinária do órgão especial, composta pelos desembargadores mais antigos do tribunal, o novo concurso para ingresso no quadro de servidores do tribunal ? conforme havia sido antecipado em reportagens anteriores veiculadas pelo JC&E.

A validade do concurso anterior, realizado em 2008 e que já teve seu prazo prorrogado, expirou na última segunda-feira (18), mesmo dia em que foi realizada a sessão que oficializou a nova seleção e autorizou o início de seus preparativos. A ideia da desembargadora e presidente do órgão, Maria Doralice Novaes, é publicar o edital de abertura ainda no primeiro semestre.

Os cargos serão para analista judiciário, que exige o nível superior, e técnico judiciário, que demanda o ensino médio completo. O quantitativo de ofertas ainda não está fechado e depende de uma análise da Coordenadoria de Planejamento e Gestão de Pessoas. Há indícios, porém, de que essa análise deve ser rápida. Primeiro pela rapidez que o tribunal tem imprimido em todo esse processo e segundo porque, ainda que tenha tradição de convocar muitos aprovados, os editais do TRT da 2ª Região costumam ter muitas vagas para efetivação imediata. O tribunal tem por hábito acionar em grande escala seu cadastro reserva. Essa combinação de fatores deve favorecer uma definição rápida em relação ao número de vagas a ser oferecido no próximo concurso.

As oportunidades para analista deverão destacar vagas para graduados em direito, psicologia, administração, medicina, contabilidade, estatística, tecnologia da informação, biblioteconomia e psiquiatria. Para técnico judiciário, algumas funções devem exigir, além do nível médio, formação técnica.

As remunerações praticadas correspondem a R$ 7.261,52 para analistas e a R$ 4.703,08 para técnico. Há, ainda, benefícios diversos como vale-alimentação e bonificações quinquenais.

O último concurso realizado pelo TRT da 2ª Região contou com 21 vagas para efetivação imediata. No entanto, segundo estatísticas divulgadas pelo tribunal, até janeiro de 2013, o órgão se aproveitou em larga escala do cadastro reserva formado. Foram convocados impressionantes 2.254 remanescentes do último concurso para o cargo de analista. Apenas na especialidade judiciária, que exige formação em direito, foram convocados 1.578 aprovados no cadastro reserva.

Na função de técnico, o tribunal não ficou atrás em matéria de convocação. Foram 2.491 nomeações durante a validade do concurso.

Fonte: G1