Veja como escolher um concurso para quem tem só o ensino médio

Veja como escolher um concurso para quem tem só o ensino médio

Saiba quais as disciplinas básicas e específicas para estudar

Os internautas Renato Ivan e Yana Monteiro enviaram perguntas sobre como estudar para concursos de nível médio e como escolher o concurso com o melhor perfil. As perguntas inspiraram a coluna abaixo. Sem dúvida, os concursos de nível médio são os mais procurados. Por outro lado, são tantas ofertas que os candidatos ficam sem saber como iniciar a preparação, porque escolher somente um dá a sensação de que outras boas oportunidades podem estar escapando por entre os dedos.

"Gostaria de saber se você aconselha estudar para dois concursos de ensino médio ao mesmo tempo", questionou Renato Ivan. "Já foram autorizadas os concursos de nível médio para MTE, Ministério da Fazenda, e alguns TRT. Assim, queria informações de como fazer um calendário para que possa estar apta a prestar esses concursos. Estou cursando o primeiro semestre dedDireito, e queria focar na área! Ou seria melhor eu focar somente um concurso (TRT)?", perguntou Yana Monteiro.

No momento, temos autorizadas 1.026 vagas para assistente técnico do Ministério da Fazenda, 415 para o Ministério do Trabalho e Emprego, 534 para a Polícia Federal, concursos para técnico de diversos tribunais já com inscrições abertas e outros para acontecer, sem falar na Caixa Econômica Federal e nos Correios. Isso para citarmos somente alguns.

O problema é que, tratando-se de concurso público, nunca sabemos exatamente quando um edital vai sair. Muitas vezes, o que era previsto para daqui a pouco demora meses, enquanto somos surpreendidos com a publicação de outro que não parecia estar tão perto. Isso só dificulta a decisão com relação ao que deve ser estudado.

Para ter ao menos uma noção da previsão de publicação de um edital ? no caso de concursos federais ? o candidato pode acompanhar as autorizações na página do Ministério do Planejamento (MPOG) (neste link) , sabendo que o edital deve ser publicado em no máximo 6 meses a partir da data da autorização. Caso contrário, a autorização perde a validade e o concurso precisará ser novamente autorizado.

A pergunta básica é: seria possível, então, estudar para vários concursos ao mesmo tempo sem perder qualidade, e assim aumentar o leque de oportunidades?

Podemos considerar dois cenários possíveis para essa análise.

Estudo antecipado

Sabemos que a preparação com antecedência é a mais eficiente, porque deixa o candidato em vantagem em relação à concorrência quando o edital é publicado. Se é esse o seu caso, nossa sugestão é que você inicie os estudos a partir das disciplinas: português, direito constitucional, direito administrativo, raciocínio lógico e informática. Isso representará um percentual significativo do conteúdo programático dos principais concursos de nível médio.

Cabe lembrar que, sob o título raciocínio lógico, estão pontos de raciocínio lógico, de matemática e de matemática financeira, que variam um pouco de um concurso para outro.

Outra observação importante é que tem sido uma tendência os concursos de nível médio cobrarem também redação dos candidatos. É necessário praticar para ganhar segurança.

Estudo com edital publicado

Além do grupo de matérias comuns, quase todo concurso tem mais 2 grupos de disciplinas: as que caem em alguns concursos, mas não em todos , e as específicas ? que são cobradas somente naquele concurso. Temos aí a legislação do órgão, por exemplo, mas que não costuma ter conteúdo muito extenso.

Considerando que o número de disciplinas comuns é expressivo, é possível estudar para mais de um concurso nas seguintes hipóteses: se o candidato ?fez o dever de casa? e adiantou as matérias comuns antecipadamente, poderá passá-las para uma fase de manutenção (revisão, exercícios e provas de concursos anteriores) e incluir na programação o estudo das outras matérias cobradas nos editais, que não serão muitas.

A outra situação é quando o candidato está somente dedicado à preparação e pode criar um planejamento que inclua todas as matérias, desde que possa estudar todas a cada semana ou, no máximo, a cada quinzena. Nesse caso, deverá priorizar o estudo do núcleo de matérias comuns, as que serão cobradas nos dois concursos.

Se você não estiver em nenhuma das duas situações anteriores e a data da prova já estiver marcada, é melhor escolher um concurso e se dedicar somente a ele para aumentar as chances. Depois, caso não seja aprovado, reinicie a preparação pelas matérias básicas, desta vez antecipadamente para estar em boas condições quando sair o próximo edital.

Veja alguns concursos do momento, com edital publicado, ou autorizados e já contando prazo para o edital, ou aguardando autorização:

Polícia Federal - Agente administrativo

Situação: Edital publicado

Remuneração: R$ 3.316,77

Matérias básicas: Português, noções de informática, raciocínio lógico, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional, atualidades, noções de administração pública, noções de administração financeira e orçamentária, noções de gestão de pessoas nas organizações, noções de administração de recursos materiais, noções de arquivologia

Matéria específica: legislação aplicada à Polícia Federal

Polícia Rodoviária Federal - Agente administrativo

Situação: Aguardando autorização para 260 vagas

Remuneração: O último concurso aconteceu em 2012 e a remuneração oferecida foi de R$ 2.364,47

Matérias básicas: português, informática, matemática, noções de direito constitucional, direito administrativo ética, estatística

Matéria específica: legislação da PRF

Ministério da Fazenda ? Assistente técnico administrativo (ATA)

Situação: Autorizado concurso para 1.026 vagas em 4 de novembro (portaria 421 do MPOG). Prazo de 6 meses para o edital, mas deve sair antes.

Remuneração: R$ 2.802,00

Matérias básicas: Português, raciocínio lógico, informática, direito administrativo, direito constitucional, arquivologia e gestão pública

Matérias específicas: Direito previdenciário e direito tributário

Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE) - Agente administrativo

Situação: 415 vagas autorizadas em 27 de setembro (portaria 339 do MPOG). Prazo de 6 meses para o edital

Remuneração: R$ 2.570,00

Matérias básicas: Português, informática, direito constitucional, direito administrativo (o estudo pode ser iniciado com base no concurso anterior (2008), mas o novo edital pode trazer alterações)

Matérias específicas: Relações públicas e legislação

Caixa Econômica Federal ? Técnico bancário novo

Situação: Há previsão de concurso em 2014, porque foi autorizado um aumento de quase 10 mil funcionários na estatal até 2015.

Remuneração: Concurso realizado em 2012 ofereceu R$ 1.744,00.

Matérias básicas: Português, matemática, noções de informática, atualidades, ética, atendimento, conhecimentos bancários

Matérias específicas: História e estatuto da Caixa, legislação específica

Banco do Brasil ? escriturário

Situação: Costuma realizar concursos todos os anos, para diversas regiões do país. Houve concurso em 2013.

Remuneração: R$ 1.892,00

Matérias básicas: Português, raciocínio lógico-matemático, informática, atualidades do mercado financeiro, cultura organizacional, técnica de vendas, atendimento, conhecimentos bancários

Obs.: O BB e a Caixa oferecem salários um pouco menores, mas existe a possibilidade de ascensão interna na carreira. São concursos com características um pouco distintas e, se o candidato tiver interesse na área, talvez seja mais produtivo estudar com um foco mais definido para esses dois concursos.

TRE-SC

Situação: Edital publicado

Remuneração: R$ 4.575,16

Matérias básicas: Português, noções de informática, raciocínio lógico, noções de direito constitucional, noções de direito administrativo e de administração pública

Matérias específicas: Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina e noções de direito eleitoral

TRF 3ª Região ? MS e SP

Situação: Edital publicado

Remuneração: R$ 4.635,03

Matérias básicas: Português, raciocínio lógico-matemático, direito administrativo, direito constitucional, direito civil, direito processual civil, direito penal, direito processual penal.

Matérias específicas: Direito previdenciário e direito tributário

TRT 19ª ? AL

Situação: Edital publicado

Remuneração: R$ 4.635,03

Matérias básicas: Português, raciocínio lógico-matemático, direito administrativo, direito constitucional, noções de gestão pública

Matérias específicas: Direito do trabalho e direito processual do trabalho

Correios ? diversos cargos

Situação: Havia previsão de novo edital desde o início de 2013, o que ainda não aconteceu. Existe a expectativa de que seja publicado ainda este ano.

Remuneração: Os salários oferecidos eram de R$ R$ 807,29 em 2011, mas existe um plano de cargos e salários que prevê ascensão interna na carreira

Matérias básicas: Português, informática e matemática

Fonte: G1