Veja como manter o ritmo de estudo para concursos durante a Copa 2014

Até os candidatos mais empenhados ficam tentados a fazer uma pausa nos estudos para acompanhar os jogos.



Lia Salgado recomenda aproveitar o tempo com equilíbrio. Candidatos podem perder um mês de preparação se não ficarem atentos.

Está difícil fugir da Copa. Até os candidatos mais empenhados ficam tentados a fazer uma pausa nos estudos para acompanhar os jogos. E não faltam justificativas para quem gosta de futebol ou das festas em torno da competição.

O problema é que ninguém consegue parar somente na hora dos jogos. Para quem gosta mesmo, são muitos jogos. Isso significa organizar reuniões com amigos, beber, comemorar ou lamentar cada resultado. No dia seguinte, mesmo sem jogo, fica difícil entrar no clima dos livros outra vez.

Sem perceber, o candidato vai aos poucos se desligando dos estudos e ficando cada vez mais interessando nas tabelas da Copa. Como uma coisa puxa a outra, o resultado final será um mês parado. Isso se o candidato conseguir retomar a programação logo após o fim da Copa, porque ainda há o risco de a interrupção causar danos mais prolongados.

O ano já vai pela metade e, num piscar de olhos, estaremos às voltas com eleições e, depois, com Natal e Ano Novo.

Enquanto isso, o mundo dos concursos não para. Concurso público não respeita religião, datas festivas, eventos esportivos ou cívicos. Já tivemos editais em cima do Natal, perto de Carnaval, além de outras datas comemorativas.

E não há regra. Em alguns casos, a autorização para a realização do concurso é concedida e o edital leva o tempo máximo para ser divulgado (seis meses, para a esfera federal). Em outros casos, como foi com a Receita Federal, a autorização sai num dia e o edital, duas semanas depois. Sem falar nos concursos que não dependem de autorização, e que podem surpreender a todos, com edital publicado sem aviso prévio.

No momento, é aguardada a autorização para o concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), de nível médio ? foram pedidas 2 mil vagas que deverão ser distribuídas por diversas localidades. A Polícia Federal já tem autorização para 600 vagas de agente, com prazo para publicação de edital até setembro. Existe também a expectativa de diversos editais no Judiciário, em todo o país. Basta dar uma olhada nas portarias que estão relacionadas na página do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão para saber os concursos do executivo federal autorizados e calcular a data limite para o edital (seis meses, a partir da autorização).

Por tudo isso, o candidato precisa ter foco e aproveitar muito bem e com equilíbrio o tempo de estudo. Durante a Copa, estamos falando de muito mais do que alguns minutos ? são semanas que podem ser perdidas.

Para quem trabalha, é a oportunidade de conseguir algumas horas a mais, por conta dos feriados. Não dá para desperdiçar.

Então, mesmo correndo o risco de estar sendo estraga prazeres, sugiro que você siga no seu projeto, como se nada estivesse acontecendo. Cabe uma pausa na hora do jogo do Brasil, em casa, sem grandes festas, apenas para não se sentir em outro planeta. Depois, respire fundo, independentemente do resultado, e volte ao estudo. Lembre-se sempre: você está lutando para ganhar a vida. É o objetivo mais importante no momento.

E não se iluda: o edital pelo qual você está esperando pode sair até mesmo na manhã de um jogo do Brasil. Esteja preparado para isso!

*Lia Salgado, colunista do G1, é fiscal de rendas do município do Rio de Janeiro, consultora em concursos públicos e autora do livro ?Como vencer a maratona dos concursos públicos?

Fonte: G1