Confira dicas de estudo e dúvidas referente o concurso da Petrobras

Confira dicas de estudo e dúvidas referente o concurso da Petrobras

Especialista diz que é importante conhecer atividades que serão realizadas

Com 1.232 vagas, salário de R$ 3.400 para nível médio, e R$ 7.500 a R$ 8.000 para nível superior, o concurso da Petrobras, cujo edital foi publicado no dia 20 de fevereiro, fez muita gente reprogramar suas atividades no carnaval.

Os cargos de nível médio são para técnicos nas especialidades de exploração de petróleo ? geodésia, inspeção de equipamentos e instalações, logística de transporte ?, controle, manutenção ? mecânica, operação, projetos, construção e montagem ?, edificações, projetos, construção e montagem ? mecânica, segurança, suprimento de bens e serviços ? e administração.

Os cargos de nível superior são para engenheiro de meio ambiente, engenheiro de produção e médico do trabalho.

Ainda dá tempo de se inscrever (até o dia 17 de março) pelo site www.cesgranrio.org.br, e a prova está prevista para o dia 18 de maio.

Mas será que só a remuneração deve ser levada em conta?

Se você nunca pensou em trabalhar na Petrobras, mas viu o edital e ficou interessado, sugiro a leitura, no anexo III do documento e também na página da empresa, sobre o tipo de atividade que deverá ser realizada, além de outros detalhes da carreira (qualificação exigida e atribuições). Afinal, aquele será o seu trabalho de todos os dias.

Entretanto, para a maioria dos candidatos que aguardavam ansiosos pela divulgação do edital, trabalhar na Petrobras representa mais do que salário e benefícios. Além da identificação com a imagem que a empresa representa, o tipo de trabalho que pode ser desenvolvido atrai pessoas que não buscariam outros concursos, já que é uma área em que o empregado pode aliar a construção de uma carreira mais operacional - e próxima ao que imaginou quando escolheu a profissão a seguir - à segurança de trabalhar numa sociedade de economia mista.

Assim, trabalhar na Petrobras pode ser a realização do sonho de pessoas que, ainda muito jovens, decidiram fazer ensino médio-técnico, e também para engenheiros e outros profissionais de nível superior de carreiras não contempladas nesse edital, como contadores e administradores, por exemplo, que desde a faculdade pensavam na instituição como uma boa alternativa de futuro.

O edital publicado é também a oportunidade para empregados terceirizados que já prestam serviços para a empresa passarem para o ?lado de dentro? e com isso conquistarem a segurança oferecida aos que acessam o cargo por meio do concurso público.

Estilo de prova

A Fundação Cesgranrio organiza há bastante tempo os concursos para a Petrobras e suas subsidiárias. Assim, o tipo de prova já é consagrado e não deve oferecer grandes surpresas.

Tanto para os cargos de nível médio quanto para os de nível superior as provas são objetivas e dividem-se em conhecimentos básicos e conhecimentos específicos. É importante ressaltar que as questões cobradas na prova de conhecimentos básicos (português e matemática para nível médio; português e inglês para nível superior) são somente eliminatórias e não contam para a classificação do candidato. Ou seja, os candidatos serão classificados considerando-se apenas o total de pontos obtidos na prova de conhecimentos específicos.

Para não ser eliminado, o candidato deverá acertar no mínimo 50% das questões de conhecimentos básicos, 50% das questões de conhecimentos específicos e não pode ?zerar? nenhuma das matérias da prova de conhecimentos básicos. Isso vale para nível médio e superior.

Além disso, a prova de conhecimentos específicos é dividida em três blocos, sendo que o primeiro terá maior número de questões (20, 10 e 10 para nível médio; 20, 15 e 15 para nível superior). O conteúdo que será cobrado também está dividido por blocos.

As informações acima são relevantes para o candidato distribuir o tempo de estudo até o dia da prova.

Estudo

Veja minha sugestão de estudo, que deve ser adaptada à realidade e ao grau de conhecimento e segurança/dificuldade nas disciplinas:

Para quem só pode estudar à noite:

Segunda-feira e terça-feira ? Matérias do bloco 1

Quarta-feira ? Matérias do bloco 2

Quinta-feira ? Matérias do bloco 3

Sexta-feira ? Conhecimentos básicos

Sábado ? Três turnos de estudo, sendo cada um para as matérias de um bloco

Para quem pode estudar durante o dia:

Segunda-feira e terça-feira ? Matérias do bloco 1 (dois turnos por dia)

Quarta-feira ? Matérias do bloco 2 (dois turnos)

Quinta-feira ? Matérias do bloco 3 (dois turnos)

Sexta-feira ? Conhecimentos básicos (dois turnos)

Sábado ? Dois turnos de estudo, sendo 1 para as matérias do bloco 2 e outro para as do bloco 3

Provas de concursos já realizados devem ser resolvidas para que o candidato fique à vontade com o estilo de questões e perceba quais são os assuntos mais cobrados.

Conhecer muito bem as questões de conhecimentos básicos de concursos anteriores pode garantir que o candidato não seja eliminado. A Petrobras disponibiliza as provas com gabarito em sua página, assim como a Cesgranrio.

É sempre bom lembrar que quem estuda para um edital da Petrobras também está se preparando para futuros editais de suas subsidiárias, e aumentando as chances de conquistar o desejado emprego público.

Itens importantes

O edital deve ser lido integralmente, com toda atenção. Mas relacionei abaixo alguns pontos relevantes, ou que costumam gerar dúvidas:

1) Os cargos oferecidos, por polos de trabalho, número de vagas, e número de candidatos que ficarão no cadastro reserva estão no anexo I do edital;

2) Os requisitos, atribuições e remuneração estão no anexo III;

3) Os cursos técnicos previstos para os cargos de nível médio constam do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, do Ministério da Educação. Diplomas e certificados de cursos técnicos com denominações diferentes serão aceitos, desde que constem da Tabela de Convergência do Catálogo Nacional de Cursos ou, no caso de cargos que exigem registro no respectivo Conselho de Classe, sejam acompanhados de registro profissional com título correspondente aos cursos técnicos requeridos para o cargo ofertado;

4) Na prova de português será cobrada a nova ortografia, fundamentada no acordo ortográfico;

5) O cadastro de reserva será de até 10 vezes o número de vagas de cada cargo/polo de trabalho;

6) Os candidatos aprovados serão convocados de acordo com a necessidade e conveniência da Petrobras;

7) Todas as convocações serão realizadas por documento de convocação enviado via postal com aviso de recebimento;

8) O concurso terá validade de seis meses após a homologação, podendo ser prorrogada uma vez por igual período.

Fonte: G1