Confusão interrompe apuração do Carnaval de São Paulo e torcedor rasga notas; confira!

Confusão interrompe apuração do Carnaval de São Paulo e torcedor rasga notas; confira!

Integrantes de outras escolas derrubaram as grades que isolavam a área da organização e continuaram o vandalismo.

Uma confusão promovida por integrantes de escolas de samba interrompeu a apuração do Carnaval de São Paulo nesta terça-feira (21). Faltando apenas uma nota dez para assegurar o título para a Mocidade Alegre, um homem vestindo uma camiseta azul com a inscrição "Transitions" - patrocinador a Império de Casa Verde - invadiu a mesa de apuração, tomou o último envelope das mãos do leitor e o rasgou.

Em seguida, a confusão se tornou generalizada. Integrantes de outras escolas derrubaram as grades que isolavam a área da organização e continuaram o vandalismo. Cadeiras foram arremessadas e muitos outros documentos da apuração foram rasgados e jogados ao chão.

"Vamos ver se tem possibilidade de continuar a apurar os votos. Senão, vai se manter o resultado até agora de primeiro a cinco", disse o presidente da Liga das Escolas de Samba, Paulo Sérgio Ferreira.

A Polícia Militar presente no Anhembi tentou controlar a situação, mas a leitura teve que ser interrompida. A segurança encaminhou todos os torcedores da Gaviões da Fiel presentes ao local para fora do Sambódromo e a confusão seguiu na Marginal Tietê.

Torcedores foram vistos chutando os portões do Sambódromo próximos à área da dispersão. Pouco depois, um carro alegórico foi incendiado por um grupo ainda não identificado. A alegoria tinha estrutura toda de palha, representando um índio gigante, e foi totalmente destruída pelo fogo.

O novo incidente causou correria dos integrantes das escolas de samba que acompanhavam a apuração. Muitos atravessaram toda a avenida para ver de perto o que acontecia no local de onde saía chamas e fumaça preta.

Cerca de dez minutos depois, carros do corpo de bombeiros chegaram ao local para controlar o incêndio. Alguns torcedores da Gaviões da Fiel aplaudiram as chamas, fato repreendido pela diretoria da agremiação.

A confusão continuou se espalhando em torno do Sambódromo. Uma grande briga entre torcedores de escolas de samba foi registrada na esquina das avenidas Marquês de São Vicente e Rio Branco. A Polícia chegou pouco depois para tentar controlar a situação.


Confusão interrompe apuração do Carnaval de São Paulo e torcedor invade e rasga notas

Confusão interrompe apuração do Carnaval de São Paulo e torcedor invade e rasga notas









Fonte: Terra