Congresso Nacional é iluminado de azul em homenagem ao Dia do Autismo

Seus portadores apresentam deficiências intelectuais, caracterizadas por dificuldades de comunicação e de contato social, assim como comportamentos repetitivos.

Quem passou na Esplanada dos Ministérios na noite desta quarta-feira (1º/4) se deparou com o Congresso Nacional iluminado de azul. A ação tem como objetivo lembrar o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, celebrado em 2 de abril. O azul foi definido como a cor símbolo porque a síndrome é mais comum nos meninos — na proporção de quatro meninos para cada menina.


Declarada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, a data marca, desde 2008, a necessidade de buscar melhorias para as vidas das crianças e dos adultos afetados pelo transtorno, estimular a inclusão dos autistas na sociedade e cultivar seus talentos.

Autismo

O autismo é um transtorno global do desenvolvimento, no qual existem comprometimentos, em um espectro amplo, que variam de um grau leve a elevado. Seus portadores apresentam deficiências intelectuais, caracterizadas por dificuldades de comunicação e de contato social, assim como comportamentos repetitivos.

Entretanto, nem sempre o autismo está associado à deficiência mental. Seus portadores podem apresentar nível de inteligência classificado como normal, sendo comum o desempenho acima da média em tarefas que exigem apenas atividades mecânicas ou memorização.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), no mundo, aproximadamente 70 milhões de pessoas têm autismo, o que representa 1% da população global.

Fonte: Correio Braziliense