Conheça Alexandra Chong, a gata que criou o app polêmico "Lulu"

Conheça Alexandra Chong, a gata que criou o app polêmico "Lulu"

Executiva já foi chamada de "filhote de Zuckerberg" por publicação inglesa

Jamaicana, ex-tenista profissional e com um espírito aventureiro. Outra descrição que também pode ser usada para falar de Alexandra Chong é que ela é engajada, feminista e a criadora do aplicativo mais odiado do momento. Isso mesmo, o Lulu. Saiba mais sobre a gata que comanda a startup responsável pelo aplicativo que vem causando polêmica na internet!

Lulu é um app que permite mulheres ter aquela "conversa de banheiro" durante uma balada: será que vale a pena apostar naquele cara? A ideia surgiu de Alexandra Chong, formada em Direito pela London School of Economics, enquanto estava em um bar com suas amigas conversando sobre relacionamentos

Um dos fatos que pouca gente conhece sobre a criadora do Lulu é já foi tenista profissional e jogou na seleção da Jamaica. Chong é filha de mãe canadense e pai jamaicano com ascendência chinesa. Uma verdadeira "salada de nacionalidades", não é mesmo?

A paixão pelo tênis fica clara ao acessar os perfis da executiva jamaicana em rede sociais como Twitter e Facebook. Alexandra aproveita o tempo livre para se divertir com a raquete, que leva para todos os lugares onde vai

AnteriorApesar da rejeição inicial dos homens, a chefona do Lulu não acha que eles odeiam tanto assim o serviço.? Muitos meninos removeram seus perfis do aplicativo, mas logo depois voltaram, cerca de uma semana depois. Comentar sobre vida pessoal é um hábito, isso acontece na vida real e as pessoas fazem isso, incluindo os homens Próxima

Apesar da rejeição inicial dos homens, a chefona do Lulu não acha que eles odeiam tanto assim o serviço.

? Muitos meninos removeram seus perfis do aplicativo, mas logo depois voltaram, cerca de uma semana depois. Comentar sobre vida pessoal é um hábito, isso acontece na vida real e as pessoas fazem isso, incluindo os homens

Em sua passagem pelo Brasil, Alexandra falou com a imprensa e participou de uma série de entrevistas. Na realidade, a maratona de conversas com jornalistas acontece em todos os cantos do mundo. No seu Twitter, a executiva do Lulu mostra os bastidores de toda essa correria para divulgar o app

Durante sua passagem pelo Brasil para divulgar o Lulu, Alexandra comenta que pretende mesmo que o aplicativo seja informal e divertido.

? A mulher tem poder, discute sobre tudo, assim como no aplicativo que tem a ideia de ser divertido e informal, como no barzinho onde surgiu a ideia do Lulu. As mulheres brasileiras são fortes, sociais e muito populares

Alexandra Chong cursou Direito na London School of Economics e afirma que foi nesse momento que se apaixonou pela ideia de fundar sua própria startup. Esse espírito aventurero das empresas pequenas, que trabalham com liberdade para fazerem o que quiser conquistou a chefona do Lulu

Alexandra não teme aplicativos que fazem a mesma coisa que o Lulu faz. Cópias masculinas, como o Tubby, não amedrontam a executiva. Entretanto, o Lulu já está na mira da Justiça. Se cuida, Alexandra!







Fonte: r7