Conheça as alternativas para contornar o bloqueio do WhatsApp

Aplicativo foi bloqueado pela Justiça do Rio nesta terça-feira

Nesta terça-feira (19), a Justiça bloqueou mais uma vez o aplicativo de troca de mensagens Whatsapp no Brasil. A determinação da juíza de fiscalização da Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro, Daniela Barbosa Assunção de Souza. De acordo com a decisão, o Facebook, empresa dona do WhatsApp, não contribuiu com a Justiça em uma ação.

O serviço está sendo bloqueado à medida em que as operadoras estão sendo notificadas e os usuários estão buscando alternativas para continuarem a trocar mensagens. Pensando nisso, separamos uma lista com cinco aplicativos que podem ajudar neste momento. 

Telegram

O aplicativo mais comentado como grande alternativa ao WhatsApp é o Telegram. Além de ser totalmente gratuito e não ter propagandas, ele oferece bons recursos para conversas com texto e imagens.

Facebook Messenger

É claro que todos já conhecem esta ferramenta, o Facebook Messenger se tornou obrigatório para quem usa a rede social. Se você já está cadastrado no Facebook, é só instalar o aplicativo para bate-papo. Mas, tem um detalhe, o aplicativo só dá acesso aos seus amigos que estão na rede.

Viber

O Viber é possivelmente a melhor opção para quem quer sair do WhatsApp. Este programa também usa seu número de telefone como principal informação de contato, permite a troca de mensagens e inclusive a realização de chamadas.

Skype

O mensageiro da Microsoft é um dos mais populares, o que facilita a utilização do serviço (afinal, você terá com quem conversar). Como você deve saber, o Skype serve para trocar mensagens individuais e em grupo por texto ou vídeo.

WeChat

O WeChat é tão fácil de usar quanto o WhatsApp. Dá para se conectar com o Facebook para que seus contatos o encontrem rapidamente. O programa permite trocar texto, imagens, contatos, locais e vídeos.


Aplicativos que são alternativas ao WhatsApp (Crédito: Reprodução)
Aplicativos que são alternativas ao WhatsApp (Crédito: Reprodução)


Fonte: Portal Meio Norte