Construção Civil matou 25 no período de 1 ano

Construção Civil matou 25 no período de 1 ano

Médico afirma que a média de mortes em acidentes na construção civil no Piauí é maior do que a nacional.

Vinte e cinco trabalhadores morreram no ano passado no Piauí em acidentes da construção civil, que somaram 3.200, informou na terça-feira o médico auditor fiscal da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho Luis Lima. Ele declarou que os números de 2011 relativos aos acidentes e mortes na construção civil são semelhantes aos registrados em 2010.

O médico Luis Lima afirmou que a média de mortes em acidentes na construção civil no Piauí é maior do que a nacional. Segundo Luis Lima, a maioria dos acidentes na construção civil no Piauí é provocada pela falta de treinamento dos trabalhadores para as funções que executam, muitas vezes de alto risco.

?O operário que trabalha em altura sem ter o treinamento para o risco à que está exposto; o cidadão vai trabalhar em eletricidade e não tem o aprendizado teórico e prático sobre eletricidade; o trabalhador vai usar uma máquina sem o treinamento adequado; vai trabalhar em uma betoneira e não tem curso para usar o equipamento?, falou.

No Brasil, no ano passado foram registrados 720.128 acidentes com 2.712 mortos na construção civil; 14.097 sofrem de incapacidade permanente.

Fonte: Jornal Meio Norte